Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Corpo de homem é liberado do IML e enterrado por engano

Os familiares foram até o Instituto Médico Legal para fazer a liberação do corpo. Porém, ao chegarem, foram informados que outra pessoa tinha feito o reconhecimento e a retirada

Foto: ilustrattiva

O corpo de um homem de 52 anos foi liberado por engano do Instituto Médico Legal (IML) e enterrado sem a família saber. Marcos Antônio de Souza morreu em casa após ter o pescoço atingido por um disco de lixadeira em Anápolis-GO.

Os familiares foram até o Instituto Médico Legal para fazer a liberação do corpo. Porém, ao chegarem, foram informados que outra pessoa tinha feito o reconhecimento e a retirada.

“Enrolaram ela bastante com questão de documentação e na hora de liberar o corpo, disseram que já tinham enterrado meu pai. Falaram que outra pessoa tinha ido lá e reconhecido o corpo. Uma cuidadora de idosos foi lá e reconheceu como sendo de um conhecido dela e levou o corpo”, disse o filho do motorista Marcos Alexandre Souza ao G1.

A Polícia Científica lamentou o ocorrido e disse que está tentando reparar o erro cometido, viabilizando a exumação do corpo e a entrega à família o quanto antes. O Poder Judiciário, Ministério Público e Defensoria Pública foram notificados para que sejam feitos os procedimentos legais necessários.








Você pode gostar