fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Ator pornô é preso por homicídio culposo de fotógrafo em ritual com veneno de sapo

De acordo com as investigações, além da vítima e do ator, outras duas pessoas participaram do ritual místico

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução/Instagram
PUBLICIDADE

O ator pornô Ignacio Jordá González foi preso pela polícia espanhola por suspeita de envolvimento na morte do fotógrafo de moda Jose Luis Abad. Ele foi acusado de homicídio culposo, após realizar um ritual no qual a vítima teria inalado veneno psicodélico de um sapo. O incidente ocorreu em julho de 2019.

De acordo com as investigações, além da vítima e do ator, outras duas pessoas participaram do ritual místico: um primo e um assistente de Ignacio. Ambos responderão aos crimes em liberdade.  “A operação policial começou após a morte da vítima durante a celebração de um ritual místico baseado na inalação do veneno do sapo bufo alvarius”, afirmou em nota a polícia.

Ritual 

Para realizar a cerimônia ritualísticas, os participantes inalam uma substância expelida por uma espécie de sapo rara do deserto de Sonora. O composto liberado pelo corpo do animal é conhecido como 5-MeO-DMT.

Os investigadores informaram que os rituais eram realizados periodicamente. A cerimônia em questão aconteceu na casa de campo de Vidal, em Valência, na Espanha.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade