fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Mundo

Caça francês é autorizado a romper barreira de som para restabelecer contato de dois aviões

Um caça a jato francês chamou atenção dos moradores da cidade de Paris, na França, após fazer um barulho estrondoso nesta manhã de quarta-feira (30)

Avatar

Publicado

em

Foto: Reuters
PUBLICIDADE

São Paulo, SP

Um caça a jato francês chamou atenção dos moradores da cidade de Paris, na França, após fazer um barulho estrondoso nesta manhã de quarta-feira (30).

Segundo a Reuters, a explosão aconteceu após o caça romper a barreira de som -termo quando a velocidade do som é ultrapassada- para restabelecer o contato de uma aeronave comercial, Embraer 145, que perdeu totalmente o controle de tráfego aéreo por alguns minutos, afirmou o Ministério da Defesa. A medida fez com que o contato fosse restabelecido.

Entretanto, o barulho de explosão assustou pássaros e pombas, interrompeu brevemente a partida de tênis no campeonato French Open 2020 (veja abaixo), e deixou os serviços de emergência em alerta, principalmente por causa do recente ataque de faca feito por cinco pessoas na rua do jornal Charlie Hebdo na sexta-feira passada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Um caça Dassault Rafale (avião de guerra) baseado em Saint-Dizier, interviu para ajudar uma companhia aérea que havia perdido contato. Foi autorizado pelo governo para quebrar a barreira do som a leste de Paris”, disse o porta-voz do exército, coronel Stephane Spet disse em um comunicado.

Ele acrescentou que segundos após o barulho -que aconteceu a uma altitude de 10 km e foi ampliado pela cobertura de nuvens- o Embraer 145, da companhia aérea regional Amelia, restabeleceu o contato com o controle de tráfego aéreo. O voo se tratava entre as cidades francesas de Brives e Saint-Brieuc.

Além deste, um avião Falcon 50 também recuperou o contato com a base aérea. De acordo com a autoridade francesa da aviação civil (DGAC), o avião era operado por uma empresa privada brasileira, e fazia um voo entre Cabo Verde e Bruxelas.

As informações são da FolhaPress

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade