Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Bio sem Neura

Bio sem Neura #058 – Dia das mães

Mães de bicho, mães de gente e mães bicho. Todas com um imenso coração, que não medem o carinho e a dedicação

Por Philip Ferreira 09/05/2021 12h28

Mães de bicho, mães de gente e mães bicho. Todas com um imenso coração, que não medem o carinho e a dedicação.
As mães de cães, gatos, que superam o especismo e amam o filho bicho que não é do ventre, mas com certeza é do coração. As mães de filhos humanos, com sua magnitude de contribuir para o desenvolvimento humano, vivenciando os passos do filho com amor todos os dias.

E também as mães bicho, que com unhas e dentes procuram defender as crias até estarem seguras.

Toda mãe sofre a separação de um filho, seja ela mãe humana ou mãe animal, e aproveitando o momento, devemos refletir sobre a relação que nós, humanos, estabelecemos com os animais, em especial as mães animais.

A maternidade é uma tarefa muito difícil, mas segue sendo o trabalho mais gratificante do mundo, e as mamães do mundo animal sabem disso muito bem. Cientistas dizem que o impulso de cuidar de bebês, sejam ’de sangue’ ou adotivos, parece ser universal entre humanos e os animais, mesmo diante de uma série de dificuldades e do cansaço.

Para saber mais assista ao vídeo do Bio Sem Neura com o @philipbio






Você pode gostar