Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Literatura

Escritor irlandês Paul Lynch recebe o Booker Prize por ‘Prophet Song’

Lynch diz que obra foi inspirada pela guerra na Síria e pela crise de refugiados e que “não foi fácil de escrever”

Foto: Adrian Dennis/AFP via Getty Images

Folhapress
São Paulo – SP

O Booker Prize de 2023 foi concedido ao livro “Prophet Song”, do escritor irlandês Paul Lynch, que imagina nessa obra uma Irlanda distópica e totalitária. O autor de 46 anos conquistou pela primeira vez esse que é um dos principais prêmios para a literatura de ficção.

Situado em Dublin, a narrativa segue uma família lidando com um mundo no qual as normas democráticas começam a desaparecer. Lynch diz que “Prophet Song” foi inspirado pela guerra na Síria e pela crise de refugiados e que “não foi fácil de escrever”.

Na cerimônia de premiação em Londres, Lynch disse que estava levando o Booker de volta para a Irlanda com “imenso prazer”.

Ele, porém, disse não se considerar um “escritor político” e que seu livro foi concluído 18 meses antes, quando questionado sobre os motins em Dublin na semana passada, que movimentaram a tropa de choque da cidade.

Lynch planeja utilizar parte das 50 mil libras do prêmio para pagar sua hipoteca. Este é o quinto livro do autor, e ele dedicou quatro anos de trabalho a ele. Começou a escrevê-lo pouco antes do nascimento de seu filho, e quando terminou, o menino já sabia andar de bicicleta.

A jurada Esi Edugyan afirmou que “buscou um romance vencedor que pudesse falar ao momento atual, ao mesmo tempo em que possui a possibilidade de perdurar além dele”. “Em tempos tão conturbados, buscamos um romance com uma visão orientadora”, afirmou, “um livro para nos lembrar de que somos mais do que nós mesmos, para nos lembrar de tudo o que vale a pena salvar”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar