fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Operação prende envolvidos em fraudes bancárias

Na segunda (22), Ramon Marques da Silva já havia sido preso. Organização invadia sites bancários para roubar dados de usuários

Willian Matos

Publicado

em

PUBLICIDADE

Willian Matos
[email protected]

A Polícia Civil do DF (PCDF), por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC), prendeu os últimos envolvidos e desarticulou uma organização criminosa especializada em fraudes bancárias.

Na última segunda-feira (22/7), a prisão de Ramon Moraes da Silva, de 19 anos, veio à tona. F.R.F, de 46 anos, foi preso em Sorocaba-SP, também na segunda (22). Ele usava a conta bancária da ex-namorada dele, L.A.A, de 39, que foi presa no Estado da Bahia já nesta terça (23).

F.R.F trocava mensagens sobre as fraudes bancárias com Ramon. As investigações deram conta que o F.R.F também era responsável por comercializar malwares igualmente desenvolvidos para infectar modens/roteadores e capturar senhas de usuários do Internet Banking de diversas instituições financeiras e até de aplicativos de streaming como Netflix.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A investigação foi iniciada no ano de 2017, a partir de um vídeo divulgado em um site de compartilhamento. A equipe da DRCC tomou conhecimento da existência de um malware denominado “KL DNS”, desenvolvido com o objetivo de infectar modens/roteadores, a fim de capturar senhas de usuários do Internet Banking. Essas senhas são utilizadas em crimes de subtração de valores depositados em contas bancárias.

Após investigações de caráter cibernético, o responsável pela conta do YouTube denominada “P&rlcK- Security” e pelo vídeo [Sistema KL DNS atualizado 2018 (SSL ON) [veja abaixo] foi identificado. Ele é o Ramon, preso na segunda (22/7).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O objetivo do vídeo divulgado seria de comercializar o vírus para pessoas interessadas em cometer crimes de fraudes bancárias por meio da internet, sendo que até a presente data o referido vídeo obteve 13.672 visualizações. O próprio vídeo indica ainda o que interessado deve fazer para obter contato com o fornecedor.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade