fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Ibaneis enxerga 2021 como o “ano das privatizações”

Aproveitando o tema ‘CEB’, governador afirmou que mais setores do DF, como a Rodoviária do Plano Piloto e o Metrô-DF, devem ser entregues à concessão privada

Avatar

Publicado

em

Foto: Agência Brasília
PUBLICIDADE

Willian Matos e Catarina Lima
[email protected]

O governador Ibaneis Rocha vem se mostrando determinado a emplacar mais privatizações de órgãos públicos do Distrito Federal. O chefe do Executivo local acredita que 2021 será o “ano das privatizações”.

A declaração foi dada nesta quinta-feira (8), durante solenidade de lançamento de um projeto de melhoria da iluminação pública em Sobradinho — partes da região administrativa ganharam iluminação de LED. Permeado pelo tema “privatização da CEB”, o governador afirmou que há vários outros setores da capital a serem entregues à concessão pública.”

“Nós temos várias [privatizações em pauta]. Temos a Rodoviária [do Plano Piloto], os pátios de estacionamento do DER-DF, do Detran, a concessão do Metrô-DF, que está avançando também… Eu acho que o ano de 2021 vai ser o ano das privatizações e das concessões no Distrito Federal”, declarou o governador.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CEB

A privatização da CEB, de fato, está próxima. Na próxima terça-feira, 13 de outubro, está marcada a reunião de acionistas que definirá o destino da CEB Distribuição. A expectativa é de que, diante do interesse de pelo menos seis empresas privadas, o valor final de venda seja superior a R$ 1,5 bilhão.

Na visão do governador, a terceirização “vai ajudar a melhorar a eficiência energética”. “Mais do que necessária”, afirma. “Não podemos beneficiar 300 a 400 servidores da CEB e prejudicar uma população de 3,2 milhões de pessoas.”

Em entrevista ao Jornal de Brasília, o presidente da estatal, Edison Garcia, falou sobre o tema.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade