fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Covid-19: mais 50 leitos para o DF

Das vagas, 20 serão abertas em Ceilândia, 20 em Sobradinho e 10 em São Sebastião. O investimento do IGESDF é de R$ 35,6 milhões

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Em medida de auxílio ao combate ao novo coronavírus, o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF) começou a montar mais 50 leitos em três Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Das vagas, 20 serão abertas em Ceilândia, 20 em Sobradinho e 10 em São Sebastião. O investimento é de R$ 35,6 milhões. O anúncio foi feito pelo diretor-presidente do Iges-DF, Sergio Costa, nesta quinta-feira (2).

Todos os leitos contarão com suporte completo, incluindo ventiladores pulmonares, equipamentos de hemodiálise, pontos de gases medicinais, monitores multipârametros, bombas de infusão, cardioversores, entre outros aparelhos que estão chegando e sendo instalados.

Costa destacou que a pandemia está numa fase crítica, porém, as ações e medidas adotadas pelo governo foram efetivas, com repercussão no achatamento da curva de casos.

Foto: Davidyson Damasceno/IGESDF

“A grande questão, nesse momento, é a capacidade que nós temos de implantação de ações e serviços em saúde, de leitos de UTI e de leitos de retaguarda em resposta a esse cenário crítico. Precisamos estar preparados, focados, com tempo de resposta ideal. A dinâmica de como vamos operar influencia muito na possibilidade de salvar vidas”, ressaltou o diretor-presidente, ao destacar que esse momento será superado com a ajuda dos profissionais de saúde.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os leitos serão administrados por duas empresas contratadas por processo de dispensa de seleção, em que as empresas fornecem os equipamentos, medicamentos, recursos humanos e administram os leitos por modelo de gestão integrada, sob supervisão do Iges-DF.

As três UPAs continuarão atendendo pacientes que busquem outros tipos de atendimento. Por isso, as alas que receberão esses pacientes estão sendo isoladas com divisórias e contam com sala de paramentação e desparamentação, evitando a contaminação em outros setores. Antes, já tinham sido erguidas tendas na área externa para atender pacientes com suspeita e casos confirmados da Covid-19.

Leito Iges-DF

Entre leitos de UTI com respiradores para Covid-19, o instituto já contava com 100 leitos abertos no Hospital Regional de Santa Maria, 42 na UPA do Núcleo Bandeirante e 66 no Hospital de Base, totalizando 208 vagas. Com a nova remessa, o Iges-DF responderá por 258 leitos de UTI para tratamento da doença.

Com informações da Agência Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade