Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Vacinas enviadas pelo governo federal devem chegar até sexta (16)

Das 72.818 doses, pouco mais de 25 mil serão separadas para aplicação da segunda dose

Por Willian Matos 15/04/2021 8h54
Drive-thru vacina idosos acima de 80 anos. Foto: Vítor Mendonça/Jornal de Brasília Foto: Vítor Mendonça/Jornal de Brasília

O Distrito Federal deve receber, nesta semana, 72.818 doses de vacinas contra a covid-19. A Secretaria de Saúde já preparou um esquema de distribuição dos imunizantes.

Além de ampliar a faixa etária a ser vacinada, a pasta vai guardar parte das vacinas para a aplicação da segunda dose. Chegarão ao DF frascos dos imunizantes Coronavac e Covishield (vacina de Oxford/AstraZeneca).

Das 72.818 doses, 40.971 serão da vacina de Oxford e 31.847 da Coronavac. A distribuição será da seguinte forma:

  • 43.140 doses para idosos de 65 e 64 anos (primeira dose);
  • 2.237 doses profissionais das forças de segurança (primeira dose);
  • 3.906 doses para profissionais de saúde (primeira dose);
  • 23.535 para pessoas que precisem da segunda dose.

Sobre a primeira dose para profissionais de saúde, o GDF vai usar 508 doses que foram separadas no agendamento passado, ampliando o quantitativo para 4.414 doses. O Ministério da Saúde ampliou a porcentagem de perda técnica a ser enviada aos Estados. Antes, 5% das doses recebidas eram reservadas para suprir perdas técnicas. Agora, esse percentual será de 10%. Isso ocorre porque tem frascos sendo recebidos com menos doses que o esperado.

De acordo com o último boletim da Secretaria de Saúde, 1.806 doses já foram perdidas no Distrito Federal por volume insuficiente no frasco. Nestes casos, o frasco teria que ter dez doses e estava com nove, ou menos.

Quanto à ampliação da faixa etária, a estimativa da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) é de que o DF tenha uma população com 64 e 65 anos composta por 40.515 pessoas sendo 20.804 com 64 anos e 19.711 com 65 anos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar