Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

O novo xerife do DF: de olho na segurança, Fred Linhares mostra a que veio

Essa é a prioridade do deputado de primeiro mandato, uma grata surpresa para Brasília. Fred também foca na saúde e na proteção às mulheres

Foto: Carolina Freitas/ Jornal de Brasília

O deputado federal Fred Linhares (Republicanos), eleito pelo Distrito Federal com 165.358 votos votos para o mandato de 2023-2026, destinou, este ano, R$ 13 milhões em emendas parlamentares para as áreas de segurança, saúde, educação e infraestrutura.

O valor das emendas foi usado pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher, de Ceilândia (DEAM II), na recuperação de estradas rurais no Gama, na construção de ponte no Córrego Pontinha, na aquisição de retroescavadeira, na implementação de ciclovia, em equipamentos para o Hospital de Base e para o diagnóstico e tratamento do autismo.

O vice-líder do bloco MDB, PSD, Republicanos e Podemos, na Câmara dos Deputados, superou as dificuldades do primeiro ano de mandato – pelo fato de não possuir emendas parlamentares impositivas – e contou com as emendas do seu partido para investir os R$ 13 milhões no DF. De acordo com as regras da Casa, o valor das emendas impositivas é definido a cada fim de ano, ou seja, quando Fred assumiu em 2023, o Orçamento já estava definido desde dezembro de 2022.

Em toda a sua atuação como deputado este ano, Fred já apresentou mais de 420 propostas legislativas e cerca de 30 projetos de lei na Câmara, e reforça seu apoio à população do DF em 2024. “Para o ano que vem, os brasilienses podem contar ainda mais com a minha contribuição. Em 2023 eu não tinha dinheiro, mas mesmo assim já investi R$ 13 milhões aqui em Brasília. Agora que vamos ter as nossas verbas individuais e de bancada, podem contar ainda mais comigo”.

Segurança

Em sua campanha, Fred adotou como meta o cuidado com as mulheres: “Eu sou o deputado das mulheres na Câmara, preocupado com a violência”. O parlamentar promete um investimento grande na segurança do DF, com foco no público feminino.

Ele concilia o mandato com a profissão de radialista e apresentador do programa Balanço Geral DF, na Record TV. Em toda sua carreira como jornalista, e na sua campanha para deputado federal, Fred sempre demonstrou uma preocupação com a segurança pública.

Como membro da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, o parlamentar conseguiu analisar bem o cenário atual da violência no país. “A segurança pública do Distrito Federal, e não só do DF, mas também do nosso Brasil inteiro peca pela falta de quantitativo. Falta investimento na polícia, não só através do investimento em armas, mas também na tecnologia. Quando pegamos as principais capitais do Brasil, vemos que o bandido é muito mais armado do que um policial. Mas graças a Deus em Brasília o cenário é diferente”, destacou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fred parabenizou a ação do GDF, ao criar o Programa DF Mais Seguro – Segurança Integral, ao integrar as forças de segurança aos demais órgãos do GDF e da sociedade civil no combate à violência na capital do país. Para Fred, as secretarias de Educação, da Mulher, de Ciência e Tecnologia e todas as outras devem estar unidas com a Segurança Pública, pois têm suas responsabilidades na luta contra a violência.

Saidão

A maioria dos projetos de lei de Fred Linhares são destinados para área da segurança pública. O parlamentar propõe em um dos seus projetos a suspensão do auxílio-reclusão em casos de falta grave ou crime pelo segurado preso durante o cumprimento da pena.

Em outro PL, o famoso “saídão” fica proibido para quem for condenado por crime contra criança e adolescente, e o deputado pretende a suspensão para quem comete crime contra idoso e mulher. Além disso, sugere a pena de multa para agressores de mulheres, penalidade esta que já existe no Distrito Federal, mas não em todos os estados.

Outro PL de destaque é o sobre a suspensão de 5% do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) para os estados que não adotarem medidas eficientes no combate à violência doméstica. O parlamentar também conta com um PL sobre penas mais duras para quem dirigir sob o efeito de álcool e drogas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No meu ponto de vista, o Brasil conta com muitos benefícios para o preso. O auxílio-reclusão é um demérito para quem está no meio da rua procurando emprego. Atualmente o preso conta com 35 dias de folga no ano, e nenhum trabalhador brasileiro tem. Está na lei que o trabalhador não pode ter mais de 30 dias de férias no ano”, destacou Fred.

Fred Linhares promete destinar mais emendas parlamentares para a saúde do DF e do Entorno em 2024. “Nossa saúde pública do Distrito Federal já não vai mais tão bem. Antigamente o pessoal de Goiás vinha para Brasília, agora é ao contrário. O pessoal de Brasília está indo para Goiás”, ressaltou o parlamentar.

A saúde ganhou destaque na pauta do deputado ao visitar o Hospital da Criança de Brasília José Alencar, gerenciado pelo ICIPE – Instituto do Câncer Infantil e Pediatria Especializada. “Na minha visita ao Hospital da Criança observei tudo funcionando 100%, e o meu desejo é levar aquela forma de trabalho para dentro do Hospital de Base”, pontuou.

Está na lei que 50% das emendas impositivas de um deputado devem ser destinadas para a saúde, e o parlamentar brasiliense demonstrou preocupação sobre o uso desse valor. “Para termos uma ideia, 50% da verba de um deputado federal vai para a saúde, então 50% tinha que gerir. Na minha opinião, temos que parar e dar um norte melhor para essa saúde pública, porque investimento tem”, frisou Fred.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda nesta entrevista ao Jornal de Brasília, o deputado citou a importância de interligar os hospitais públicos do DF. Segundo Fred, uma pesquisa deste ano destaca que a principal preocupação do brasiliense é a saúde, e por isso, ele acendeu o alerta para o tema.

“A primeira preocupação do brasiliense é a saúde, e eu vi que está ruim, e muito debilitada. Eu não consigo acreditar que temos fila com mais de mil pessoas, e que uma pessoa espera em uma fila por mais de quatro anos. Mas ainda tem solução a saúde pública, por isso vou dar uma prioridade muito grande para a saúde agora”, finalizou o deputado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar