Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Neoenergia adota medidas para acabar com furtos de cabos subterrâneos

Apenas nos seis primeiros meses de 2021, onze pessoas foram presas em flagrante após furtarem os cabos da rede subterrânea

Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

Para acabar com os furtos de cabos subterrâneos de energia, a Neoenergia Distribuição irá instalar alarmes e câmeras de segurança nas subestações e galerias subterrâneas. A ideia é limitar o acesso às instalações, já que, com a violação das tampas de acesso às galerias, os alarmes emitem automaticamente alertas e sinais sonoros, acionando simultaneamente a distribuidora e a Central de Segurança que suporta a concessionária. As imagens obtidas serão encaminhadas para a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal.

Apenas nos seis primeiros meses de 2021, onze pessoas foram presas em flagrante após furtarem os cabos da rede subterrânea. Os criminosos operavam em veículos descaracterizados e a maioria deles utilizava uniforme e até mesmo crachás falsos, de empresas não relacionadas.

O furto de energia, além de ser um crime, representa sérios riscos de segurança para quem pratica e para as pessoas que estão convivendo na região. As ligações clandestinas também são responsáveis por sobrecargas na rede, ocasionando frequentes quedas de energia e danos em equipamentos da distribuidora, o que gera uma perda da qualidade no fornecimento de energia no local e impacta o fornecimento para todos os clientes regulares que estão na mesma rede elétrica. Para denunciar irregularidades basta ligar no telefone 116.

O plano de prevenção elaborado pela distribuidora de energia prevê, ainda, a restrição no número de profissionais de operadoras de telefonia e telecomunicações com permissão para acessar as câmaras subterrâneas. As empresas que prestam esse tipo de serviço já estão sendo notificadas e deverão cadastrar as pessoas para a devida autorização de acesso.






Você pode gostar