Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Mulher leva cachorro ao pet shop e o recebe morto

Animal passou mal durante secagem pós-banho e não resistiu. 2ª DP investiga o caso

Foto: arquivo pessoal

Uma mulher mandou seu cachorro a um pet shop para um serviço de banho e tosa e o recebeu sem vida. O caso aconteceu na Asa Norte na última quarta-feira (15).

O cão que acabou perdendo a vida é o Flock, da raça Lulu da Pomerânia. A dona é a empresa Larissa Morais, 34 anos. Em vídeo postado nas redes sociais, ela conta que deixou o Flock na Veterinária Personal Dog por volta de 10h de quarta (15) e que, duas horas e meia depois, recebeu um telefonema.

“Quando foi 12h30 avisaram que tinha uma intercorrência e que a gente precisava ir até o pet. Eu e meu marido saímos correndo de casa e, chegando lá, fomos avisados que o Flock tinha falecido”, diz Larissa.

A empresária afirma que Flock tinha pouco mais de um ano e era saudável. Ao recebê-lo morto, Larissa analisou o corpo do bichinho e viu marcas de machucados.

Em nota, a Veterinária Personal Dog confirma o óbito. O pet shop diz que Flock passou pelo banho sem intercorrências, mas que, durante a secagem, o cão desmaiou. “O animal foi examinado e recebeu todos os procedimentos de primeiros socorros aplicáveis, incluindo técnicas de reanimação cardiorrespiratória. Flock estava hipotenso e, apesar de todos os esforços de nossa equipe, não melhorou. Ao meio-dia seu falecimento foi infelizmente constatado, sendo a senhora Larissa Carvalho imediatamente contatada e avisada a respeito do acontecido”, explica.

A 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte) investiga o caso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar