Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Homem que matou mulher com 59 facadas é preso

Após anos tentando matar a ex-companheira, Juvenilton Aquino da Costa tirou a vida da vítima no último fim de semana

A Polícia Civil (PCDF) prendeu, nesta quarta-feira (8), Juvenilton Aquino da Costa, 36 anos, acusado de matar com 59 facadas a ex-companheira Drielle Ribeiro da Silva, 34 anos, no último domingo (5). O caso aconteceu em Samambaia.

O corpo de Drielle foi encontrado na manhã de segunda (6), na QR 206, próximo a uma estação de metrô. A vítima deixa um filho de 6 anos, cujo pai é Juvenilton, autor do feminicídio.

Drielle e Juvenilton tiveram um relacionamento conturbado, que durou três anos. O homem agrediu a vítima várias vezes durante a união. Em abril do ano passado, quando o casal já estava separado, Juvenilton chegou a dizer para a vítima que iria matá-la e beber o sangue dela. À época, a mulher avistou o ex-companheiro na rua e, no mesmo momento, uma viatura policial passava pelo local. Juvenilton teria se irritado por achar que Drielle havia acionado a polícia contra ele. “Você chamou essa viatura pra mim? Você fica ligeira. Vou te matar e beber seu sangue, sua piranha”, disse, em tom de ameaça para a vítima. Em seguida, o indivíduo tentou agredi-la, mas foi impedido pelo pai da vítima. Ele, então, entrou no carro e tentou atropelar a ex-mulher.

Outra tentativa de feminicídio teria ocorrido em 2018 quando o ex-companheiro também teria ameaçado Drielle e tentado matá-la a facadas, o que terminou com a moto da vítima sendo queimada. O caso ocorreu em uma feira. Bêbado, Juvenilton tentou matar a ex-mulher na ocasião. Após este episódio, a mulher teria requerido medida protetiva.








Você pode gostar