Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

GDF lança o DF Acessível e Conecta Mais para pessoas com deficiência

Os projetos têm o objetivo de transportar porta a porta pessoas com deficiência e promover a inclusão digital delas, respectivamente

Por Guilherme Gomes 21/09/2021 11h19
Foto: reprodução

No Dia Nacional da Luta da Pessoa Com Deficiência, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), acompanhou o lançamento dos programas DF Acessível e Conecta Mais. Os projetos têm o objetivo de transportar porta a porta pessoas com deficiência e promover a inclusão digital delas, respectivamente. “É um dia de luta pela valorização, pelos direito dessas pessoas […] É um olhar de respeito e carinho”, disse Ibaneis.

Após assinar a ordem de serviço para a contratação de empresas que auxiliarão nos programas, Ibaneis Rocha destacou que a gestão deve ser interligada entre as secretarias. “Todos tem que tem o direto de se locomover no DF. Todos tem que ter acesso á internet e ao mundo digital […] As secretarias trabalham de forma unida e por isso que as coisas dão certo”, disse.

“É um projeto piloto, que acontece em São Paulo. O DF tem mais de 600 mil pessoas com algum tipo de deficiência e precisamos dar apoio porque eles precisam”, completou Ibaneis Rocha

Também presente no evento, o secretário da Pessoa com Deficiência no DF, Flávio Santos destacou que os programas ressurgem a esperança de quem passa despercebido na população. “Há muitos anos isso é esperado […] são programas que visam mudar a condição da pessoa que não tinha a possibilidade de estar inserida na sociedade”

Conecta DF

O Conecta DF poderá beneficiar mais de 20 mil deficientes físicos de baixa renda, com pacote bolsa de dados e distribuição de chips com internet 4G gratuita. O objetivo é promover a inclusão digital na capital federal e o aumento dos índices de conectividade dos brasilienses.

DF Acessível

Por meio da Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB), o DF Acessível realizará o transporte de Pessoas com Deficiência (PCD), do tipo motora, configurada pela redução de mobilidade. O objetivo do serviço é realizar o transporte porta a porta de pessoas com deficiência.

Os usuários cadastrados serão transportados às suas atividades cotidianas, como escola, trabalho, reabilitação, entre outras. O serviço será prestado, inclusive, aos finais de semana para programações culturais, cívicas, de lazer e religiosas

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar