Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

GDF abre inscrições para contratação de brigadistas

As vagas são divididas em seis supervisores de brigada, 24 chefes de brigada e 120 brigadistas de prevenção e combate a incêndios florestais

Foto: Divulgação/Instituto Brasília Ambiental

A partir desta quarta-feira (29), o Instituto Brasília Ambiental irá abrir as inscrições para o processo seletivo simplificado para a contratação temporária de 150 brigadistas de combate a incêndios florestais.

As vagas são divididas em seis supervisores de brigada, 24 chefes de brigada e 120 brigadistas de prevenção e combate a incêndios florestais. O cadastro, online e gratuito, poderá ser feito até sexta-feira (1°). Haverá, ainda, a formação de cadastro reserva.

Para realizar a inscrição, o candidato deverá preencher o formulário de inscrição online, que será disponibilizado no site do Instituto Brasília Ambiental. Após o preenchimento e envio, o candidato estará autorizado a comparecer, pessoalmente, no período de 29 de junho a 1° de julho, à sede do instituto (SEPN 511, Bloco C, Edifício Bittar, térreo), para a entrega dos documentos.

A remuneração mensal para brigadistas é de R$ 2.666,40; para chefes de brigada é de R$ 3.333 e para os supervisores de brigada, de R$ 3.999,60. Em todos os cargos é exigido diploma ou declaração de participação em curso de Formação de Brigada de Combate a Incêndio Florestal. Acesse aqui o edital.

Para os cargos de chefe de brigada e supervisor é necessário, ainda, certificado ou diploma de conclusão do ensino médio e carteira de habilitação no mínimo B. Para os brigadistas de prevenção e combate a incêndios florestais, um dos pré-requisitos é ser alfabetizado.

A contratação desses profissionais é uma das ações do governo, por meio do Plano de Prevenção de Combate aos Incêndios Florestais (PPCIF) da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), a fim de prevenir e combater incêndios nas 82 unidades de conservação espalhadas pelo DF. Os brigadistas também poderão atuar em outras áreas, em parceria com o Corpo de Bombeiros.

As informações são da Agência Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar