Menu
Brasília

Cerimônia da nova gestão do Cine Brasília celebra o cinema brasileiro

A programação especial celebra a nova fase da gestão do Cine Brasília com exibição de Meu Sangue Ferve Por Você

Amanda Karolyne

18/06/2024 18h32

Divulgação

Nada como comemorar o relançamento da gestão compartilhada do Cine Brasília no Dia do Cinema Brasileiro. A programação da cerimônia inclui a estreia do filme Meu Sangue Ferve Por Você, bate-papo com protagonistas do longa-metragem e apresentação da Orquestra Sinfônica Teatro Nacional Cláudio Santoro. O evento acontece nesta quarta-feira (19) a partir das 18 horas, com a assinatura da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF e da Organização da Sociedade Civil (OSC) Box Cultural pelos próximos três anos.

A gestão garantirá o funcionamento de um dos espaços culturais mais importantes da América Latina até 2027. O secretário de cultura e economia criativa do DF, Cláudio Abrantes, destaca que em fevereiro, o Cine Brasília esteve fechado para uma reforma de restauração, pensando na melhoria da acessibilidade, e na estrutura do local. Além do investimento na tela 4K. “E nesse meio tempo, fizemos o chamamento para o contrato de gestão de uma forma inovadora”. 

Para Cláudio, os índices da gestão anterior foram muito positivos. A Box Cultural já esteve à frente da administração, o que gerou uma experiência muito boa. Agora, com a expectativa positiva para os próximos três anos, o secretário considera que a assinatura do relançamento da gestão representa um processo de parceria que vai gerar muitos bons frutos para o Cine Brasília, e consequentemente para todo o setor de audiovisual. “Porque nós estamos falando da maior sala de cinema de rua em atividade contínua no país”. Ele é otimista para o futuro do que chamou de “templo do cinema brasileiro”, e espera que o público esteja cada vez mais presente. 

Fortalecimento de laços e promoção de qualidade para o público

A diretora do Cine Brasília, Sara Rocha, acredita que a expectativa para os próximos anos é a melhor possível, a partir de muitos acertos e implementações que já foram feitos na primeira etapa da gestão, que agora podem ser ampliadas e especializadas para promover cada vez mais o acesso do Cine Brasília pelo público e uma programação cada vez mais qualificada e diversa. “Com esses três anos, conseguimos ter uma previsibilidade muito maior, fortalecer as relações com distribuidoras, laços com parceiros institucionais e integração de todos os públicos na grade de programação”.

O evento da cerimônia para Sara é mais do que especial, em vista da comemoração do Dia do Cinema Brasileiro. E a escolha do filme de Sidney Magal, dirigido por Paulo Machline, se dá pelas características super populares, de um dos artistas mais consagrados do país, com essa parceria da Vitrine Filmes, uma das maiores distribuidoras independentes nacionalmente. Depois da sessão do filme, o elenco e diretor irão participar de um debate com o público. 

E ainda, com a participação da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro. “É uma forma de presentear o público do Cine com essa ocasião tão importante”, diz Sara. A Orquestra Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro vai marcar presença na noite desta quarta, com uma composição produzida especialmente para o evento, um arranjo da música-tema do filme, com um total de 9 músicos. O maestro Claudio Cohen está à frente da condução, com os dois protagonistas do filme, Filipe Bragança Fonseca e Giovana de Souza Cordeiro. 

Programação especial

A celebração continua com uma programação especial com a primeira atividade formativa sob a nova gestão. A masterclass Distribuição e Mercado com o diretor da distribuidora Vitrine Filmes, Felipe Lopes. O diretor vai apresentar um panorama geral deste mercado em um mundo pós-pandemia e com mudanças no hábito de consumo, incentivando o público a pensar possibilidades e oportunidades de comercializar obras audiovisuais brasileiras. “É algo muito importante neste momento em que retomamos uma série de políticas culturais no país, em que precisamos fortalecer nosso cinema”. 

Para Felipe, a programação de relançamento da gestão do Cine Brasília, marca a retomada de um espaço histórico para a cultura não só de Brasília, como do país. “É um cinema palco de um dos maiores e mais antigos festivais de cinema do Brasil, um espaço aberto à uma programação diversa do cinema brasileiro independente e que promove debates sobre nossa cultura”. 

SERVIÇO

Cerimônia de Relançamento da Gestão Compartilhada do Cine Brasília (@cinebrasiliaoficial)

Onde: Cine Brasília – EQS 106/107 (Asa Sul)

Quando: 19 de junho, quarta-feira, a partir das 18h

QUINTA-FEIRA, 20/06

10h – Masterclass de Distribuição e Mercado com Felipe Lopes  (50 vagas)

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado