Menu
Brasília

Brasil Central elege novo presidente e firma acordo para combate à fome

1º Fórum de Governadores do BrC foi marcado por premiações ao Governo do Distrito Federal pelo Renova-DF e projeto do HRSM

Carolina Freitas

23/01/2024 16h03

Foto: Carolina Freitas/JBr

O 1º Fórum de Governadores do Brasil Central de 2024, elegeu, nesta terça-feira (23), o chefe do Executivo de Goiás, Ronaldo Caiado, como o novo presidente do consórcio. O evento ocorreu em Brasília, no Centro Empresarial CNC, e foi marcado também pela assinatura de acordo de cooperação técnica sobre o Plano Brasil Sem Fome.

Os sete governadores que formam o Consórcio Brasil Central (BrC) apresentaram projetos já instituídos nos seus estados sobre segurança alimentar e reforçaram o compromisso com o tema. Além disso, o evento contou com a 2ª edição do Prêmio de Boas Práticas.

“Nós temos uma preocupação muito grande com segurança alimentar. Aqui no Distrito Federal nós temos avançado muito nas pautas sociais com os nossos restaurantes comunitários que servem alimentação a dois reais, café da manhã, almoço e jantar. No ano passado, mais de 10 milhões de pessoas tiveram acesso às refeições dos restaurantes comunitários. Nós temos a previsão de inaugurar mais quatro restaurantes no DF, garantindo assim essa segurança alimentar”, destacou, no evento, o governador Ibaneis Rocha.

O Governo do Distrito Federal (GDF) recebeu o Prêmio Boas Práticas pelas iniciativas do Programa Renova-DF e projeto de reabilitação humanizada feito pelo Hospital Regional de Santa Maria (HRSM). “Nós temos trabalhado cada vez mais unidos, e o Prêmio de Boas Práticas vem premiar tudo que estamos fazendo de melhor dentro dos nossos estados. São 139 projetos inscritos que demonstram que nós governadores estamos buscando o princípio da eficiência dentro da administração pública, trazendo assim os melhores resultados”, comentou Ibaneis.

O Renova-DF, programa de capacitação profissional, foi criado em 2021 com objetivo de facilitar o ingresso dos brasilienses no mercado de trabalho e reformar espaços públicos. O programa beneficia pessoas com mais de 18 anos em situação de desemprego. Já o projeto do HRSM intitulado ‘Time de Reabilitação’ consiste num trabalho de mobilização para que pacientes internados tenham reabilitação mais ágil e humanizada.

Os vencedores do prêmio Boas Práticas receberam um valor de R$ 20 mil pelas iniciativas, já o estado do Mato Grosso recebeu R$ 30 mil pelo projeto da Plataforma Unificada de Serviços Digitais, no qual conquistou o primeiro lugar geral da edição 2024.

Plano Brasil Sem Fome

O Plano Brasil Sem Fome faz parte de uma iniciativa do Governo Federal, chefiada pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, na qual é dividida em três eixos: Acesso à renda, redução da pobreza e promoção da cidadania; Alimentação adequada e saudável, da produção ao consumo; Mobilização para o combate à Fome.

“O objetivo é que possamos ter, de forma livre e autônoma, cada estado e o Distrito Federal elaborando o seu plano e da parte do Governo Federal será um compromisso também de trabalharmos juntos. O plano já começou, em cada estado existe um esforço para que nós possamos alcançar cada pessoa no combate à fome”, frisou o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Wellington Dias.

Novo presidente

O evento foi marcado pelo fim do mandato do governador Mauro Mendes, do Mato Grosso, e a posse de Caiado. “Nós temos uma visão que o Brasil Central não é isolado, o consórcio tem uma discussão entre os governadores membros, mas é extremamente aberto a todos os outros estados da federação. Nós estamos em uma política convergente para que as nossas experiências possam ser levadas a todos aqueles que assim desejarem”, salientou o governador do Goiás.

Consórcio Brasil Central

O Consórcio Brasil Central foi fundado em 2015 com foco em estimular o desenvolvimento de seus participantes, no qual são formados pelo Distrito Federal e pelos estados do Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Rondônia, Tocantins e Mato Grosso do Sul.

O evento contou com a presença dos seguintes governadores: Ibaneis Rocha (Distrito Federal), Mauro Mendes (Mato Grosso), Eduardo Riedel (Mato Grosso do Sul), Carlos Brandão (Maranhão), Marcos Rocha (Rondônia), Wanderlei Barbosa (Tocantins) e Ronaldo Caiado (Goiás).

O grupo Brasil Central reúne uma população de aproximadamente 27 milhões de pessoas e acumula 2,5 milhões de metros quadrados de território e 875 municípios. O governador Ibaneis presidiu o BrC entre 2021 e 2022, quando liderou a concessão de linhas de crédito do Banco de Brasília (BRB) e a redução de até 30% do custo da compra de medicamentos pelo grupo, fruto do projeto Saúde Compras Compartilhadas.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado