Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Artistas visuais compartilham rotina de trabalho com público no MAB

Cecilia Lima e Gustavo Silvamaral recebem visitantes em ateliê aberto durante o mês de julho

Foto|Divulgação

Os artistas visuais Cecilia Lima e Gustavo Silvamaral, recebem o público para a visitação do ateliê aberto da exposição “Um Dia Abri os Olhos e Era Brasília”, no Museu de Arte de Brasília (MAB). A iniciativa, realizada a partir de 2 de julho, é pensada para aproximar os visitantes do trabalho artístico que vai integrar a mostra, que tem abertura em agosto. O projeto, que contempla também obras do artistas João Trevisan, é realizado com apoio do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC-DF).

As visitações podem ser feitas em julho, todas as segundas do mês, aos sábados (exceto no dia 30) e na sexta, dia 22, sempre das 14 às 18h. Além de acompanhar o trabalho de Cecilia e Gustavo, o público pode conhecer melhor os artistas e o processo criativo das obras que integram a exposição.

A iniciativa do ateliê aberto, para Gustavo, é uma ótima oportunidade tanto para os artistas quanto para o público. “A gente quer quebrar essa visão de que artistas são intocáveis, que são pessoas inacessíveis, porque somos trabalhadores como quaisquer outros”, explica.

Foto|Divulgação
Foto|Divulgação

MAB reaberto

Ocupar o MAB – o museu passou 14 anos fechado e passou por uma reforma – tem sido um momento especial na carreira de Cecília. “Este espaço foi muito importante para artistas de gerações anteriores que influenciam a minha produção e construíram a cena cultural do DF”, afirma a artista.

SERVIÇO

Ateliê aberto da exposição “Um Dia Abri os Olhos e Era Brasília”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Durante o mês de julho, às segundas, sábados (exceto no dia 30) e no dia 22 (sexta), das 14 às 18h

No Museu de Arte de Brasília (MAB), SHTN Trecho 1
Entrada gratuita

Instagram: instagram.com/erabrasilia
Informações: (61) 98123-8399

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar