Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

1.571 denúncias de violência de vulnerável foram registradas em 2020

No geral, ainda segundo os dados, o total de denúncias de crimes contra vulneráveis diminuiu, se comparado a 2019

Por Geovanna Bispo 17/05/2021 6h33
Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

No primeiro ano de pandemia foram registrados 1.571 casos de estupro de vulnerável no Distrito Federal. Além disso, no mesmo período, foram recebidos 754 feitos novos relacionados ao crimes de estupro. Esses números foram divulgados pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), para o Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual contra Crianças e Adolescentes, que é debatido amanhã, 18 de maio.

No geral, ainda segundo os dados, o total de denúncias de crimes contra vulneráveis diminuiu, se comparado a 2019. Enquanto em 2020 foram registrados 153 casos, em 2019 foram 219.

Os gráficos ainda mostram que a queda se deu exatamente no mês de março, quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a pandemia e o Governo do Distrito Federal fechou as escolas.

A coordenadora do Núcleo de Enfrentamento à Violência e à Exploração Sexual contra a Criança e o Adolescente (Nevesca) do MPDFT, promotora de Justiça Cíntia Costa, explica que muitas notícias vinham das escolas públicas, e sem as aulas presenciais, esse canal ficou isso ficou prejudicado. “Mesmo assim, continuamos recebendo denúncias pelas escolas, pelo disque 100 ou 180 e pelas Delegacias de Polícia”, comenta.

Em maio de 2020, o MPDFT encaminhou ofício à Subsecretaria de Formação Continuada dos Profissionais da Educação para sugerir que o tema violência sexual fosse abordado nas aulas virtuais

Com informações do MPDFT

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar