Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Abel impediu a saída de atletas para a Arábia, mas agora está quase acertado com o Catar

Quando os árabes vieram atrás de Raphael Veiga, Rony, e Gustavo Gómez, o treinador português fez um apelo à diretoria do Palmeiras para segurá-los

Por Marcondes Brito 01/12/2023 7h14
Reprodução/Instagram

O técnico Abel Ferreira tem contrato com o Palmeiras até o fim de 2024, mas está na mira do Al-Sadd, do Catar, e não está descartado que ele aceite uma oferta para assumir novo clube ao fim do Brasileirão.

Tudo bem que a oferta é irrecusável, segundo a mídia portuguesa. O valor pode girar em torno de 20 milhões de euros (R$ 107 milhões) por temporada, equivalente a R$ 9 milhões por mês.

Mas é preciso lembrar que, na virada do semestre, quando alguns atletas do Palmeiras foram abordados para assinar contratos milionários com o futebol árabe, Abel Ferreira veio a público para implorar para que permanecessem no Brasil:

“E eu espero que segurem o Veiga, o Rony, o Gómez… e se os jogadores começarem a sair para todo lado, eu também preciso ir. Não faço milagres. Preciso deles, assim como eles precisam de mim”, disse o treinador português.

Enfim, o Palmeiras segurou suas estrelas e não deixou ninguém sair. Valeu a pena porque o time está muito perto de conquistar o bicampeonato brasileiro.

Mas agora o próprio Abel ameaça romper seu contrato para ganhar mais dinheiro no Catar. É como diz um velho ditado: “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”.

Acompanhe as atualizações da coluna “Futebol Etc” nas redes sociais, no Twitter e também no Instagram.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar