fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Do Alto da Torre

Leila Barros fiscaliza os gastos no combate à Covid-19 em todo país

A preocupação da parlamentar reside na demora das entregas de hospitais de campanha em vários locais e na redução de leitos em UTIs

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Hylda Cavalcanti e Catarina Lima
redacao@grupojbr.com

 

A senadora Leila Barros (PSB-DF) pediu urgência para retorno do requerimento que protocolou no TCU solicitando uma avaliação criteriosa sobre a aplicação de recursos e eficiência dos gastos feitos no combate à covid-19 em todo o país.

UTIs e UPAs – Ela tomou como exemplo o Distrito Federal. Sua preocupação maior reside na demora para entrega de hospitais de campanha em vários locais e na redução de leitos em UTIs e vagas em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

Tumulto interno

O dia de ontem foi de muito tumulto interno no TCU por conta do vazamento do áudio de um servidor que acompanhou a sessão remota de julgamentos. Sem perceber que o seu microfone estava aberto, ele criticou a ministra Ana Arraes, futura presidente da Corte. “A ministra é louca, vai ser um caos como presidente”, chegou a dizer.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apuração – Os ministros encaminharam o caso à corregedoria do Tribunal para ser analisado. O desconforto, entretanto, se dá porque o servidor em questão é considerado bem preparado e entrosado com gabinetes de vários ministros. Em reservado, eles comentam que mesmo tendo sido um ato infeliz, não há como evitar uma punição.

Nas quadras

A deputada distrital Arlete Sampaio (PT/foto) está interessada em debater e combater, na CLDF, o projeto divulgado recentemente de cobrança de estacionamento nas quadras de Brasília, que está sendo elaborado no GDF.

“Absurdo” – A parlamentar qualificou a ideia como “absurda”. “Numa cidade em que o transporte coletivo é um lixo, essa proposta é inaceitável”, afirmou. Nove empresas foram autorizadas pelo GDF para iniciar estudos com vistas à implantação do projeto.

E-cidades

O aplicativo oficial do governo e-GDF conta, agora, com uma nova funcionalidade: o e-Cidades, que permite a abertura de requerimentos a distância e o acompanhamento dos respectivos processos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lançamento – Já disponível, a tecnologia foi lançada oficialmente ontem (30), durante live no canal da Secretaria de Economia, transmitida pelo YouTube. O objetivo é permitir mais agilidade dos serviços para cidadãos, servidores e gestores.

Mais iluminação

Deputado Fernando Fernandes. Foto: Luis Nova/Equipe Del. Fernando Fernandes

O deputado distrital Fernando Fernandes (Pros) vai apresentar nos próximos dias, na CLDF, projeto para ampliar a iluminação pública nos pontos turísticos do Distrito Federal, de forma a proporcionar aos turistas e à população “maior segurança”.

Percepção – Segundo ele, a proposta favorecerá o que chamou de “turismo cívico”. “A população do DF e os turistas têm direito a visitar estes locais com uma percepção de segurança ampliada. A iluminação pública efetiva e adequada permitirá isso”, afirmou.

No Buriti

Servidores do GDF que trabalham no edifício anexo do Palácio do Buriti têm externado preocupação com o ambiente de trabalho. A informação que circula entre muitos deles é de que, apesar dos cuidados sanitários observados, têm sido constantes os afastamentos de colegas contaminados pela doença.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Aulas – O deputado distrital Chico Vigilante (PT) realiza hoje (31), às 17h, nos seus perfis do Facebook e Youtube, uma live com a diretora do Sindicato dos Professores do DF (Sinpro-DF) Rosilene Corrêa, para falar sobre a volta às aulas na rede pública de ensino.

‘Segurança’

Há meses o parlamentar combate a volta às aulas antes de serem observados critérios de melhoria nos números de contaminação de pessoas com a covid-19 no DF. “Precisamos atuar para que qualquer retorno de serviços seja feito com segurança”, afirmou.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade