fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Concursando Direito

Feliz ano velho, adeus ano novo

Canceladas as festas de ano novo 2020/2021 e carnaval 2021 no DF. Uma péssima notícia para os baladeiros, mas talvez nem tão ruim assim para o concurseiro.

Werner Rech

Publicado

em

PUBLICIDADE

Durante anos preparando milhares de futuros colegas concursados, observei as mais diversas reclamações/desculpas sobre não estudar nessa época. Existe uma certa áurea de relaxamento nesse momento do ano. A famosa frase: “Só começa o ano depois do carnaval”.

No entanto, normalmente esse período entre o final de ano e o carnaval foi sempre a mola propulsora das minhas aprovações. Era nesse momento em que eu colocava em prática os estudos mais basilares e pavimentava o conhecimento para os assuntos mais complexos ao longo do ano, quando os editais eram publicados.

Acredito que seja o caso de muita gente focar nos estudos nesse ano de 2021. Lembrando que é um ano pré-eleitoral e isso significa que devemos ter muitos concursos, pois os governantes gostam de chegar em anos eleitorais com grandes listas de aprovados, usando isso na disputa eleitoral vindoura.

Evidentemente que o alto rendimento dos estudos não deve ser insalubre, mas os seus limites devem ser desafiados. Os períodos de descanso não podem ser tão prolongados a ponto do concurseiro não estudar entre o ano novo e o carnaval.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Logo, essa pode ser uma oportunidade de ouro. Você só precisa fazer uma escolha: ficar se lamentando pelo cancelamento desses eventos, ou; aceitar esse fato e preencher o tempo com estudos.

Na minha opinião, preencher o tempo com estudos vai gerar mais frutos do que somar-se ao coro dos lamuriantes. Digo isso, pois uma legião de concurseiros está vendo essa situação com pesar e isso deve consumir algum tempo desses.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Eu não era nenhum robô quando estudava. O período de festas sempre gerou um certa distração, mas eu fazia o máximo para resistir. Sem as festas essa resistência será mais fácil. Imagine que os convites irrecusáveis para um evento ou outro serão substancialmente menores.

Além disso, as viagens estão ligeiramente restritas, pois sem os eventos nas cidades badaladas não parece valer a pena gastar quantias altas para estar nesses lugares. O que faz essa época do ano ser tão atraente, ademais do recesso e das altas temperaturas no Brasil, é a badalação e as pessoas diferentes que encontramos. Esse ano isso pode não ser tão verdade, diante da pandemia que ainda enfrentamos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Não escrevi esse texto para estragar com o seu recesso. A ideia aqui é “enxergar o copo meio cheio”. Acredito que você já disse pra si mesmo que: “Se não fosse pelas festas de final de ano eu teria estudado mais”. Se isso é verdade, a oportunidade está batendo na sua porta.

Com certeza essa não é a minha obra prima motivacional, mas traz muito da realidade. Poderia ter romantizado sobre o assunto, mas prefiro já preparar vocês. Ficar sem as comemorações tradicionais de final de ano vai gerar algumas perdas emocionais inevitáveis, mas anime-se com a oportunidade de estudar com menos interrupções.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
>

Se ainda assim você é do time que vai estudar o mínimo possível para passar, sugiro que assista o vídeo que fiz no Canal Defensolândia e está no início desse texto.

Agora que você já investiu alguns minutos lendo esse texto, talvez seja a hora de voltar aos estudos, ou aplicar a técnica do vídeo, para assombrar o examinador.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade