Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Analice Nicolau

Manoel Valente, Professor e defensor do Grafeno rouba a cena em São Paulo

Por Analice Nicolau 28/07/2021 3h00
Manoel Valente, Professor e defensor do Grafeno rouba a cena em São Paulo

Manoel Valente Figueiredo Neto, Professor Adjunto do mestrado e doutorado em Direito da Universidade de Caxias do Sul, local que figura a referida planta irá falar a respeito, e sobre como foi a Primeira Feira do Grafeno no Brasil que ocorreu na UCS e sobre o que estão comentando: o Vale do Grafeno e Nióbio.

Valente cumpre agenda em São Paulo, devido o disputado prêmio “Brazil Quality Summit 2021”, pelo respeitado Latin American Quality Institute, com sede no Panamá, mas que esse ano se realizará aqui em São Paulo, capital.
O destaque na Time Square para ele é conquista para todos de Caxias do Sul, do Brasil e acima de tudo representa o triunfo para a pesquisa, inovação, ciência, tecnologia e, principalmente, para o conhecimento.

Sobre a 1ª Feira Brasileira do Grafeno:
O evento que ocorreu em Caxias do Sul entre os dias 12 e 16 de julho, gerou impacto extremamente positivo no mercado e na Bolsa de Valores. O evento, promovido pela USC (Universidade de Caxias do Sul), destacou em todas as suas atividades o grande valor econômico e tecnológico deste material que possibilitará uma “nova revolução industrial” já que sua aplicação é possível em inúmeros produtos (desde chips até tecidos).

Este potencial se deve ao fato de que o grafeno é considerado o material mais leve e, ao mesmo tempo, mais forte do mundo, pois possui uma resistência duzentas vezes superior a do aço.
Como pode ser produzido através da extração de camadas superficiais do grafite, mineral existente em grandes quantidades na Terra, o grafeno também possui entre suas qualidades características elétricas, térmicas e mecânicas diferenciadas que são consideradas muito promissoras para vários setores industriais.

Todos estes aspectos que confirmam a importância e o potencial do grafeno para o desenvolvimento tecnológico mundial, também ressaltam o quanto a realização deste evento foi e será fundamental para a abertura de novas possibilidades econômicas para o Brasil, país que detém, aproximadamente, um terço das reservas mundiais de grafite e cerca de 97% de nióbio, elemento que em parceria com o grafeno, também poderá estimular o desenvolvimento da economia nacional.
Todas estas informações são essenciais para ressaltar o nível dos participantes deste evento, entre os quais estavam o escritor, registrador de imóveis de Caxias do Sul e jurista, Manoel Valente, que também é professor adjunto da UCS (Universidade Caxias do Sul) no Mestrado e no Doutorado em Direito.

Durante discurso realizado no evento, Valente falou sobre as possibilidades de desenvolvimento que o grafeno pode trazer ao Brasil ressaltando: “Nossas próprias histórias entrelaçadas em esperanças que prospectam o futuro. Que todos os esforços se revertam para o bem dos povos e da humanidade em geral. O crescimento econômico, aliado ao desenvolvimento humano. O local pelo regional que nacionalmente, promove o global. É por isso que torcemos e é nisso que acreditamos!”, destacou.

Vale ressaltar que a feira também tornou oficial a inauguração da UCSGRAPHENE, a primeira e maior planta de produção de grafeno em escala industrial da América Latina, projeto que reúne a expertise da USC, conquistada durante 15 anos de pesquisa avançada em nanomateriais, que possibilitou a produção de grafeno de alta qualidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Como um dos representantes acadêmicos da UCS, Manoel Valente que também recebeu o prêmio “Bazil Summer de Qualidade na América Latina”, também reforçou seu desejo de que as “estratégias estruturantes da iniciativa brasileira em nanotecnologia tenham êxito para que o desenvolvimento do grafeno e do nióbio possam alcançar os patamares ideias de sustentabilidade.”

Saiba mais sobre o jurista Manoel Valente:
Autor de 12 livros, graduado em Letras e em Direito; Manoel Valente tem obras catalogadas e chanceladas em Harvard e Oxford, e também faz questão de agradecer e valorizar todos os profissionais que tornaram possível a realização desta 1ª Feira do Grafeno em Caxias do Sul.

Manoel Valente Figueiredo Neto além de professor da UCS é também Registrador de Imóveis em Caxias do Sul, e, em maio de 2019, sofreu ataque hacker (que cobraram de resgate um milhão de dólares em bitcons) , o jurista montou o sistema próprio operacional, chamado SMV, que contribui de modo significativo na qualidade que o mesmo presta nos serviços do Cartório Manoel Valente. Conhecido e aclamado, Valente se destaca com um dos maiores expoentes da intelectualidade neste início de século XXI.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar