Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Franquias de saúde e beleza crescem no Brasil e faturamento chega a quase R$40 bilhões

O crescimento foi de 10,5% no número de franquias do setor

Por Analice Nicolau 18/02/2022 9h00
O crescimento foi de 10,5% no número de franquias do setor

Com a pandemia as pessoas parecem ter tomado gosto para os cuidados com a saúde e a beleza. O medo de doenças e o contato diário com o espelho em casa podem ter acelerado esse processo. Com isso, o mercado de franquias dessas duas áreas cresceu 10,5% nos últimos anos, chegando a aproximadamente 30 mil lojas no país.


Se 2020 os negócios estavam ruins, em 2021 essa história mudou para melhor e em 2022 promete ser ainda mais benéfica para os empresários. Dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF) mostraram que o faturamento de franquias, do ramo da saúde, beleza e bem-estar, teve um aumento de 11,2%, em comparação com 2020 e 2021, resultado em aproximadamente R$39 bilhões.


“O desejo de estar bem consigo cresceu. Além da demanda reprimida, houve uma aceleração digital, que levou muitas marcas ao e-commerce. Sentir-se bem depois de tantos acontecimentos ruins, é se sentir vivo. Em tempos de tantas mudanças, fazer parte de uma rede é um grande diferencial, é a força do ‘grande’ agindo localmente”, completa a diretora da Comissão de Saúde, Beleza e Bem-Estar da ABF, Danyelle Van Straten.


Várias empresas do ramo apresentaram crescimento, como é o caso da Royal Face, especializada em harmonização facial, e a Oral Sin, de implantes dentários. A primeira inaugurou 160 unidades em 2021, sendo 253 no total, e um faturamento de R$150 milhões. Já a segunda, chegou a 452 franquias pelo país e pretende chegar a 730 unidades em 2022.








Você pode gostar