Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Torcida

Titoneli vence haitiana e vai disputar a medalha de bronze no tae kwon do

Apesar de jovem, Milena já tem seu nome na história do tae kwon do brasileiro, por se tornar, em 2019, a primeira brasileira campeã do Pan

Milena Titoneli vai disputar a medalha de bronze na categoria até 67 quilos no tae kwon do. A brasileira venceu, nesta segunda-feira, a haitiana Lauren Lee, por 26 a 5, na repescagem. Sua próxima adversária na briga direta por um lugar no pódio será a marfinense Ruth Gbagbi, às 8h30 (horário de Brasília).

Diante de Lee, Titoneli teve domínio total. Com bela variedade de golpes, a brasileira abriu 12 a 2 no primeiro round e 24 a 5 no segundo, com destaque a um belo chute de direita, que acertou em cheio a cabeça da adversária, fazendo a juíza abrir contagem protetora.

Titoneli manteve o ritmo no terceiro round e alcançou rápido 26 a 5, encerrando a disputa, pois com a vantagem alcançando 20 ou mais pontos o duelo é encerrado.

Milena, de 22 anos, natural de São Paulo, estreou nos Jogos de Tóquio com vitória sobre Julyana Al-Sadeq, da Jordânia, por superioridade, após empate por 9 a 9 nos três rounds disputados.

Na segunda apresentação, diante de Jelic, a brasileira teve um bom desempenho no primeiro round, quando equilibrou a disputa, ao perder por 7 a 6, mas depois não resistiu ao maior nível técnico da adversária, cansou no terceiro round e perdeu por 30 a 9.

Apesar de jovem, Milena já tem seu nome na história do tae kwon do brasileiro, por se tornar, em 2019, a primeira brasileira campeã dos Jogos Pan-Americanos. Ele foi terceira no Mundial no mesmo ano.

Estadão Conteúdo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar