Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Torcida

Sob olhar da 777, Vasco faz bom jogo, vence e dorme vice-líder da Série B

A vitória foi a quarta consecutiva do time cruz-maltino em casa, que segue como único invicto na Série B

Por FolhaPress 26/05/2022 9h30
Foto: Reprodução/Instagram

A 777 Partners estava em São Januário nesta quinta (26) e deve ter ficado satisfeita com o que viu. Diante dos olhos dos investidores da SAF e de uma animada torcida, o Vasco teve boa atuação diante do Brusque e venceu por 2 a 0, com dois gols de Nenê. A vitória foi a quarta consecutiva do time cruz-maltino em casa, que segue como único invicto na Série B. A equipe dorme como vice-líder da competição com 17 pontos.

A equipe carioca teve uma atuação segura, principalmente no segundo tempo. O Brusque chegou a oferecer perigo no primeiro tempo, mas após modificações de Zé Ricardo, o Vasco conseguiu se estabelecer na partida, dominar as ações e vencer em casa. A equipe catarinense ficou com pontos e ocupa, momentaneamente, a décima posição.

O Vasco entrará novamente em campo na próxima quinta (2) quando recebe o Grêmio, às 20h, pela Série B. O Brusque tem como próximo adversário o Náutico, no sábado (4), às 11h, em Santa Catarina.

O Brusque quase marcou o primeiro gol da partida com pouco mais de um minuto de jogo. Toty fez boa jogada pela direita e cruzou na cabeça de Junior Todinho. O atacante apareceu no meio dos zagueiros vascaínos e cabeceou para excelente defesa de Thiago Rodrigues.

O Vasco respondeu aos nove minutos, com Raniel. Em bola cruzada na área, o atacante entrou sozinho, mas cabeceou mal e não levou perigo à meta defendida por Jordan.

Depois das chances iniciais, o jogo ficou um pouco mais tranquilo. Vasco e Brusque até criavam chances, mas não eram chances de muito perigo. Finalizações de fora da área e bolas áreas eram as formas utilizadas pelos times de tentar abrir o placar, sem sucesso.

Airton foi lançado por Wallace pelo lado esquerdo do ataque e cruzou na área. Thiago Rodrigues desviou a bola que sobrou para Alex Sandro, que bateu de primeira. A finalização, no entanto, saiu rente à trave.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mesmo com dificuldades na partida, foi o Vasco que abriu o placar em São Januário. Gabriel Pec recebeu bola na esquerda e levantou bola na área. Raniel desviou de cabeça e Nenê, que iniciou a jogada, apareceu na área para finalizar num ângulo pequeno, entre o goleiro e a trave, vendo a bola morrer no fundo do gol. O camisa 10 marcou seu primeiro gol na Série B deste ano, quebrando jejum de 13 partidas em branco.

Antes do primeiro minuto do segundo tempo, o Vasco quase ampliou a vantagem no placar. Após troca de passes, Nenê foi lançado pelo lado esquerdo e invadiu a área. O camisa 10 bateu cruzado, mas a bola se perdeu pela linha de fundo.

O Brusque, após o susto inicial, voltou a pressionar o Vasco. Mais organizada em campo, a equipe catarinense pressionava os donos da casa. As chances eram criadas, principalmente a partir de cruzamentos, mas faltava o capricho na pontaria para marcar o gol.

Zé Ricardo fez duas alterações no início da segunda etapa: Figueiredo e Getúlio entraram nas vagas de Palacios e Daniel, respectivamente. O Vasco deu a resposta quase que imediatamente. Getúlio recebeu passe em profundidade e carregou a bola até a linha de fundo. Ele tocou a bola para trás e Nenê chegou batendo de primeira, no canto, marcando o segundo gol.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A arbitragem marcou impedimento e o lance foi revisto pelo VAR. Após traçar as linhas, a posição de Getúlio era legal e o segundo gol vascaíno da partida foi confirmado.

Com dois gols de vantagem no placar, coube ao Vasco controlar a partida. Com o time mais organizado na segunda etapa, os vascaínos não sofreram como no início da partida. Os minutos finais foram de muita festa da torcida, que viu a quarta vitória seguida da equipe em seus domínios.

VASCO

Thiago Rodrigues; Weverton, Quintero, Anderson Conceição, Edimar; Yuri Lara (Zé Gabriel), Andrey dos Santos (Matheus Barbosa), Nenê; Gabriel Pec, Palacios (Figueiredo), Raniel (Getúlio) (Jhon Sanches). T.: Zé Ricardo.

BRUSQUE

Jordan; Pará (Jailson), Bruno Aguiar, Wallace, Airton (Kaio Nunes); Zé Mateus (Luiz Antônio), Rodolfo Potiguar, Toty, Alex Ruan; Alex Sandro, Júnior Todinho (Álvaro). T.: Luan Carlos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e Lorival Candido das Flores (RN)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Cartões Amarelos: Nenê (VAS); Pará, Toty, Wallace, Airton (BRU).
Gol: Nenê (VAS), aos 40’/1ºT; Nenê (VAS), aos 18’/2ºT.








Você pode gostar