fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Secretária projeta construir quadras em Santa Maria e reformar equipamentos esportivos em todo o DF

Embora 2021 deva ser um ano difícil no âmbito econômico, Celina Leão espera contar com apoio da Câmara para tirar projetos do papel

Catarina Lima

Publicado

em

Foto: Agência Câmara
PUBLICIDADE

Os equipamentos esportivos do Distrito Federal deverão estar recuperadas até o próximo ano, segundo estimativa da secretária de Esporte e Lazer do Distrito Federal, Celina Leão. Outra novidade para 2021 é a realização uma parceria com a Secretaria de Educação para seleção e treinamento de futuros atletas. Também está na pauta da secretária a construção de 12 centros olímpicos e paralímpicos.

De acordo com a proposta orçamentária do DF enviada à Câmara Legislativa (CLDF) para apreciação, está previsto para a SEL um orçamento de R$ 17,3 milhões. Ainda segundo o documento, estes recursos deverão ser gastos, entre outras coisas na reforma de espaços esportivos, construção de quadras em Santa Maria e a construção de praças e parques em diversos pontos da cidade.

Embora 2021 deva ser um ano de orçamento escasso, Celina espera contar a com o apoio da CLDF, por meio de emendas, para realizar todos os projetos da pasta. “Além das reformas e entregas dos equipamentos esportivos, faremos a licitação para obras nos centros paraolímpicos”, previu, em entrevista ao Jornal de Brasília.

“Mesmos com a pandemia não paramos as obras em andamento. Como exemplo temos o Parque da Cidade, cujas quadras esportivas estão sendo reformadas. Vamos reformar todas as 27 quadras.”

Candangão

Quanto os jogos do Campeonato Candango de Futebol, a secretária admitiu que não foi elaborado nenhum protocolo específico com testagem de jogadores. A única exigência feita pelo GDF foi que não haja público nos estádios. O torneio foi iniciado em janeiro, paralisado em março e retomado em julho por conta da pandemia do novo coronavírus, e terminou o Gama campeão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A secretária também não falou sobre nenhum protocolo específico para as demais competições que ocorrem ainda em 2020. Atualmente, ocorrem Candangão Feminino e Candanguinho. Em novembro, começa a segunda divisão local — a Segundinha.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade