Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Torcida

Recorde mundial de sul-africana tem surpresa da própria nadadora

Ao conquistar o ouro nos 200 m peito, ela mal acreditou que, além de ter obtido a vitória, havia quebrado o recorde mundial

South Africa’s Tatjana Schoenmaker reacts after winning the final of the women’s 200m breaststroke swimming event to set a new World Record during the Tokyo 2020 Olympic Games at the Tokyo Aquatics Centre in Tokyo on July 30, 2021. (Photo by Oli SCARFF / AFP)

FOLHAPRESS

A nadadora Tatjana Schoenmaker, da África do Sul, causou um dos momentos mais emocionantes das Olimpíadas de Tóquio-2020 até aqui, nesta quinta-feira (29, horário de Brasília).

Ao conquistar o ouro nos 200 m peito, ela mal acreditou que, além de ter obtido a vitória, havia quebrado o recorde mundial com o tempo de 2m18s95. Ao perceber o recorde, a sul-africana começou a chorar.

As duas americanas que ficaram com prata e bronze, Lilly King e Anne Lazor, respectivamente, nadaram até a vencedora e a abraçaram. O público presente no centro aquático de Tóquio aplaudiu a cena.






Você pode gostar