Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Torcida

Pedro faz 4, Flamengo massacra Tolima e pega o Corinthians na Libertadores

Na próxima fase, a equipe da Gávea vai encarar o Corinthians, que passou pelo Boca Juniors, da Argentina, nos pênaltis

Por FolhaPress 06/07/2022 11h40

O Flamengo está nas quartas de final da Libertadores. Com o apoio da torcida no Maracanã e em uma noite com atuação avassaladora, nesta quarta-feira (6), o time rubro-negro não deixou o Tolima, da Colômbia, respirar, goleou e avançou na competição. O triunfo por 7 a 1 foi construído com quatro gols de Pedro, que se tornou o grande destaque da partida. Gabigol e Matheus França também balançaram a rede. O zagueiro Quiñonez, que marcou um gol contra, também fez um a favor.

Na próxima fase, a equipe da Gávea vai encarar o Corinthians, que passou pelo Boca Juniors, da Argentina, nos pênaltis.

A equipe de Dorival Júnior entrou em campo em vantagem. No Estádio Manuel Murillo Toro, em Ibagué, na última semana, havia vencido por 1 a 0, com gol de Andreas Pereira, que já se despediu do clube.

Reforço do Flamengo, o chileno Vidal desembarcou no Rio de Janeiro durante a tarde e esteve no Maracanã para acompanhar o duelo. Ele assistiu ao jogo em um camarote, ao lado de Marcos Braz, vice-presidente de futebol.

Quem entrou um pouco atrasado perdeu o primeiro gol do jogo. O Flamengo abriu o placar antes dos cinco minutos de jogo, com Pedro. O atacante recebeu de Gabigol, trouxe para o meio e acionou Arrascaeta, que devolveu na área. Pedro entrou, bateu cruzado e mandou no canto direito de Cuesta.

Após o gol, o elenco rubro-negro aplicou uma pressão na marcação e sufocou o Tolima, criando seguidas chances. Os visitantes, por outro lado, buscavam ir à frente para mudar o cenário negativo no placar, mas não conseguia acionar o setor ofensivo.

O Flamengo ampliou a vantagem em uma jogada com uma boa troca de passes entre Arrascaeta, Pedro e Gabigol. O camisa 9 recebeu na área e bateu. Cuesta defendeu, mas a bola bateu em Quiñónes e foi para o gol.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Envolvido na troca de passes do Flamengo, o Tolima começou a apelar para algumas faltas, e Arrascaeta foi um dos mais caçados em campo.

O segundo tempo começou e, novamente, o Flamengo logo balançou a rede. Após levantamento de Arrascaeta, David Luiz escorou para a área e Pedro mandou para o gol.

Gabigol também fez o dele. O camisa 9 recebeu de Arrascaeta, avançou com espaço e finalizou colocado para fazer o quarto do Flamengo.

O Tolima também pôde balançar a rede. Após escanteio, a bola desviou e sobrou para Quiñonez, que dominou e mandou no canto esquerdo de Santos. O zagueiro, que havia feito um gol contra, desta vez, acertou o lado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Após o gol, o Tolima se animou um pouco, mas durou pouco. Pedro aproveitou cruzamento da direita e, de cabeça, fez o terceiro dele no jogo. A última vez que ele tinha marcado três vezes na mesma partida tinha sido pela semifinal do Carioca, contra o Volta Redonda, em 2021.

Matheus França, que havia acabado de entrar em campo, recebeu lançamento, se antecipou ao goleiro do Tolima e mandou para a rede.

Pedro comemorou pela quarta vez. Depois de finalização de Gabigol, Cuesta fez boa defesa, mas deu rebote e o camisa 21 aproveitou.

Esta foi a primeira vez em que Pedro marcou mais de três gols com a camisa do Flamengo. Antes, o recorde era o hat-trick na semifinal do Carioca, contra o Volta Redonda, em 2021.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A torcida do Flamengo começou a cantar ‘vamos virar Mengo!’ e outras músicas fazendo referência ao Atlético-MG, que é com quem decide a vaga na Copa do Brasil na próxima quarta (13).

FLAMENGO

Santos; Rodinei, David Luiz, Léo Pereira (Rodrigo Caio) e Filipe Luís (Ayrton Lucas); Thiago Maia (Willian Arão), João Gomes, Arrascaeta (Matheus França) e Everton Ribeiro (Victor Hugo); Gabigol e Pedro. Técnico: Dorival Júnior.

TOLIMA

William Cuesta; Jhonatan Marulanda, Julián Quiñones, José Moya e Junior Hernández; Bryan Rovira, Rodrigo Ureña, Luis Miranda, Daniel Cataño e Jeison Lucumí; Miguel Rangel. Técnico: Hernán Torres.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Mario Diaz de Vivar (PAR)
Assistentes: Milciades Saldivar (PAR) e Roberto Canete (PAR)
VAR: Eber Aquino (PAR)
Cartões amarelos: Leo Pereira e David Luiz (FLA); Marulanda (TOL)
Gols: Pedro (FLA), aos 4′, e Quiñones (TOL), contra, aos 20’/1ºT; Pedro (FLA), ao 1′, Gabigol (FLA), aos 10′, Quiñones (TOL), aos 17′, Pedro (FLA), aos 21′, Matheus França (FLA), aos 27′, e Pedro (FLA), aos 33’/2ºT.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar