fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

“Olé” chama derrota do River de “pior final”

Atacante entrou no segundo tempo e perdeu a bola para Arrascaeta no lance que originou o primeiro gol do Flamengo

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução de Internet.
PUBLICIDADE

O River Plate esteve muito perto da quinta conquista da Libertadores, mas dois gols de Gabigol, aos 43 e 46 minutos do segundo tempo, fizeram o sonho do penta ruir de forma dramática. E, para o site do jornal “Olé”, o atacante Lucas Pratto, que entrou aos 28 minutos do segundo tempo no lugar de Borré, foi o destaque negativo, ao perder a bola para Arrascaeta no ataque, dando origem à jogada do primeiro gol rubro-negro, que venceu a decisão por 2 a 1.

“De herói a vilão” foi o título da matéria do site, logo após a partida, lembrando que o atacante, ex-São Paulo e Atlético-MG, fez gol nos dois jogos da final do ano passado, contra o Boca Juniors, no 2 a 2 do jogo de ida, e o primeiro da vitória por 3 a 1 na volta, em Madri.

A derrota dramática na final da Taça Libertadores foi chamada pelo site do “Olé” como “o pior final” para o time argentino. A publicação avaliou que o River jogou melhor e “já saboreava” a quinta conquista quando foi surpreendido pelos dois gols de Gabigol aos 43 e 46 minutos do segundo tempo.

Jornal “Olé” destaca erro de Pratto na decisão — Foto: Reprodução de Internet.

“O River já o tinha (o título), o saboreava com absoluta justiça porque tinha sido mais compacto e tinha jogado melhor que o poderoso Flamengo. Ganhava desde o primeiro tempo com um gol de Borré, mas chegou esse final insólito e o Flamengo ganhou com dois gols de Gabriel Barbosa”, destacou a matéria do site.


Leia também
Publicidade