Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Torcida

NBB: Cerrado perde e dá adeus às chances de pós-temporada

Os destaques da disputa pelo Paulistano foram o armador Cauê Borges, 11 pontos e 4 assistências, e o pivô Du Sommer, 10 pontos

Em confronto válido pela 18ª rodada do Novo Basquete Brasil (NBB), o Cerrado Basquete (13º) recebeu neste domingo (11), no Ginásio da ASCEB, em Brasília, o Paulistano (4º) e acabou derrotado por 75 a 67.

O resultado final encerrou as chances de pós-temporada para a equipe brasiliense, que chega à reta final de sua primeira temporada no NBB com saldo negativo nas estatísticas, porém com experiência considerada valiosa em vista os próximos anos que estão por vir.

Os destaques da disputa pelo Paulistano foram o armador Cauê Borges, 11 pontos e 4 assistências, e o pivô Du Sommer, 10 pontos. Já pelo Cerrado, o ala-armador Von Haydin e o pivô Alex Dória, ambos com 15 pontos e 5 rebotes cada, foram os principais jogadores, com Alex superando seu recorde anterior de pontos (14).

O jogo

O início ficou marcado pela empolgação vinda do banco de reservas do Cerrado principalmente por conta da importância atribuída ao jogo pela equipe. Diante disso, o jogo começou equilibrado, porém, ao final do 1º quarto, o Paulistano abriu uma pequena vantagem de 5 pontos com arremesso do armador Deryk, conhecido dos torcedores da capital federal, no estouro do cronômetro, 21 a 16.

Pelo lado do alvirrubro paulista, o ala Erik Thomas se destacou com 7 dos 21 pontos do time, com aproveitamento de 75% dos arremessos de quadra.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em seguida, no 2º quarto, o Cerrado não conseguiu acompanhar o ritmo do 4º colocado do NBB. Atingindo o limite de faltas com apenas 5 minutos de período, o time brasiliense ainda emplacou uma sequência de erros em arremessos fáceis e em decisões básicas para um jogo de basquete.

Assim sendo, o Paulistano, time experiente na elite do basquete nacional, aproveitou a oportunidade para abrir 15 pontos no final da etapa, fazendo parecer, durante alguns momentos, que era o grupo que precisava do resultado para ir aos playoffs do NBB.

Mudança de postura

No recomeço da partida, o Cerrado entrou de vez no jogo e conseguiu voltar bem o suficiente para cortar 5 pontos da vantagem construída pelo Paulistano. O ala-armador Von Haydin, 9 pontos, e o pivô Alex, 7 pontos, foram os principais responsáveis pela tentativa de remontada da equipe candanga, combinando para 16 dos 21 pontos da equipe no 3º quarto. Vale ressaltar também o desempenho defensivo da equipe, que melhorou sensivelmente comparado às outras etapas, segurando os alvirrubros paulistas a 16 pontos, menor marca do grupo no confronto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No último quarto do jogo, a energia e vontade tomaram ainda mais conta dos jogadores do time de Brasília, que assim como na metade final do 3º período, conseguiu imprimir um ritmo intenso que ofereceu esperança aos torcedores.

Entretanto, apesar desse cenário, o Cerrado não conseguiu superar o grupo forte dos paulistas, mesmo ganhando a 4ª etapa por 20 a 18, e terminou perdendo por 75 a 67.

Próximas partidas

O próximo jogo do Cerrado Basquete, que encerrará a participação da equipe no NBB, será contra o Bauru nesta terça-feira (13) às 16h45 no Ginásio da ASCEB. Assim como o Cerrado, o Paulistano irá jogar seu último jogo na terça e no mesmo local, mas contra o Fortaleza Basquete Cearense às 19h30.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por Thiago Quint

Supervisão de Luiz Claudio Ferreira






Você pode gostar