Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Torcida

Mansur é eliminado da final de saltos no hipismo: ‘Confiei mais do que deveria’

Montando o cavalo Alfons, Mansur cometeu duas faltas durante o percurso no Equestrian Park com 8 pontos de penalidade

Foto: Behrouz MEHRI/ AFP

Depois de uma apresentação impecável e sem penalizações na fase classificatória, o cavaleiro Yuri Mansur, a única chance de medalha na categoria de saltos do hipismo brasileiro, não teve a mesma precisão e acabou eliminado na final da modalidade na Olimpíada de Tóquio, na manhã desta quarta-feira (horário de Brasília).

Montando o cavalo Alfons, Mansur cometeu duas faltas durante o percurso no Equestrian Park, com 8 pontos de penalidade e, portanto, sem chances de disputar medalha na final individual dos saltos.

Segundo o próprio relato do cavaleiro brasileiro, a tomada de risco mais acentuada para se destacar em busca do pódio foi uma das causas dos erros em obstáculos, que não aconteciam em uma disputa de Yuri Mansur desde fevereiro.

“Temos que arriscar em algum lugar. Eu sabia que meu cavalo ia ficar um pouco tímido no obstáculo duplo. Eu arrisquei logo no segundo obstáculo porque para mim era o local mais simples para arriscar. Eu cometi um erro capital que se o Neco (Nelson Pessoa) assistir meu vídeo vai me matar. Eu peguei quase que enviesado o (obstáculo) dois”, disse Mansur depois da prova.

Desapontado com o resultado, ele colocou outro fator na balança para o seu desempenho ter sido aquém na final em Tóquio: excesso de confiança.

“Meu cavalo não fazia uma falta desde fevereiro, então não vou dizer que eu subestimei, mas eu confiei um pouco a mais do que eu deveria”, admitiu o brasileiro.

Estadão Conteúdo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar