Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Torcida

Horas antes da abertura, revezamento da tocha olímpica chega ao fim

O revezamento da tocha olímpica chegou ao fim com uma cerimônia na sede do governo metropolitano de Tóquio

FOLHAPRESS

O revezamento da tocha olímpica chegou ao fim na madrugada desta sexta-feira (23), no horário de Brasília, com uma cerimônia na sede do governo metropolitano de Tóquio.
O último portador da tocha foi Nakamura Kankuro, ator da televisão local. Ele acendeu um caldeirão com a chama olímpica em evento que contou com a presença da governadora de Tóquio, Yuriko Koike.
Mais tarde, a tocha olímpica deverá ser usada para acender a pira no Estádio Olímpico de Tóquio, na cerimônia de abertura das Olimpíadas. O evento terá início às 8h (de Brasília).
Diante do temor da disseminação da Covid-19 durante os Jogos, o ritual do revezamento foi alvo de uma série de medidas restritivas impostas pela Prefeitura de Tóquio e pelo Comitê Organizador das Olimpíadas.
O revezamento foi retirado das vias públicas por praticamente todo o período de duas semanas em que o símbolo olímpico ficou em Tóquio. Apenas pequenas ilhas tiveram permissão de presença de público.

 








Você pode gostar