fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Diretoria do Vasco garante permanência de Abel Braga no comando de sua equipe

A permanência de Abel Braga no comando do time do Vasco ficou em dúvida após a derrota por 1 a 0 para o Goiás, na noite de quinta-feira, pela Copa do Brasil

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A permanência de Abel Braga no comando do time do Vasco ficou em dúvida após a derrota por 1 a 0 para o Goiás, na noite de quinta-feira, pela Copa do Brasil, mas o treinador está mantido no cargo. Ao menos até o clássico contra o Fluminense, no domingo, o veterano profissional continuará no clube, segundo informou a diretoria vascaína na tarde desta sexta-feira.

A situação de Abel, que já era bastante desconfortável, ficou ainda pior após o tropeço diante dos goianos. Tanto que o diretor-executivo de futebol do Vasco, André Mazzuco, sentiu a necessidade de conceder uma entrevista coletiva para tentar apagar o incêndio. Ele garantiu que em nenhum momento os dirigentes cogitaram a possibilidade de demitir o treinador.

“É uma conversa que acontece naturalmente após os jogos, independentemente do resultado”, disse Mazzuco, referindo-se a uma reunião feita nesta sexta por dirigentes vascaínos e Abel. “Ontem (quinta-feira) nós nos frustramos, não esperávamos a derrota em casa, não ficamos satisfeitos. Isso é discutido com calma, com treinador, jogadores… Eu, particularmente, acredito na continuidade do trabalho, não só do treinador, mas também dos atletas. É uma forma de você ter cada vez mais conhecimento. Quanto mais você conhece, mais você pode dominar. Sempre partimos do princípio da continuidade.”

Nesta sexta, Abel trabalhou normalmente. Ele comandou uma atividade de campo com os jogadores que não participaram da partida contra o Goiás, ou jogaram pouco tempo. Os titulares fizeram um trabalho físico leve. Enquanto isso, o diretor-executivo se preocupava em desmentir os boatos de que o clube havia entrado em contato com Eduardo Barroca, técnico do Coritiba.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Essa foi uma notícia muito ruim, inclusive constrangedora. Existe uma relação de respeito com o treinador que nós temos”, afirmou Mazzuco. “Eu tenho um treinador aqui, o Abel é do Vasco, não há a necessidade de consulta (a outro profissional) se há um treinador trabalhando.”

É pouco provável, porém, que Abel resista a uma derrota no clássico contra o Fluminense. Um resultado negativo no Maracanã poderá deixar o Vasco próximo da eliminação da Taça Rio, faltando duas rodadas para o fim da fase de classificação do segundo turno do Campeonato Carioca. O time de São Januário já ficou fora das semifinais da Taça Guanabara, o primeiro turno do torneio estadual.

Estadão Conteúdo




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade