fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

De Ceilândia a Las Vegas para desafio pesado

Pelo peso-mosca, Vivi luta amanhã contra Jessica Eye, 2ª melhor da categoria

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Pedro Marra
redacao@grupojbr.com

Ceilândia terá novamente uma lutadora pisando no octógono do Ultimate Fighting Championship (UFC). Amanhã às 20h15, a peso-mosca, Viviane Araújo, 33 anos, enfrenta a segunda colocada do ranking da categoria, Jessica Eye. A luta contra a estadunidense é válida pelo card preliminar do UFC 245, em Las Vegas (EUA).

Vivi, como é conhecida, vem de vitória diante da norte-americana Alexis Davis no UFC 240, em julho deste ano também pelo peso-mosca. Em quinto lugar no ranking, ela afirma que essa será a luta mais importante de sua carreira. “Vai ser uma guerra essa luta, não é à toa que a Jessica é a segunda colocada. Ela é uma atleta muito dura, bastante experiente no UFC. Espero travar uma guerra com ela e sair com a vitória”, vibra.

A ceilandense promete usar o melhor potencial para vencer o embate. “A minha maior característica é a minha velocidade, e a vontade de vencer. Sigo bastante as orientações dos meus corners, o que sempre vai me deixar um passo à frente da minha adversária. Estou chegando aos pouquinhos no topo da categoria, e sempre trago coisas novas. Treinei bastante o wrestling, arrumei o meu jiu-jitsu, trabalhei o melhor o meu muay-thai e o boxe. Estou focada exclusivamente para esta luta”, diz.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com rápida ascensão no UFC em 2019, Vivi já projeta os desafios do próximo ano. “Com a vitória deste sábado, eu espero fazer um ótimo ano em 2020, lutar mais vezes na categoria, e quem sabe disputar o cinturão”, sonha.

Viviane tem oito vitórias e apenas uma derrota na carreira. Em julho, já pelo peso-mosca, ela voltou ao Octógono no UFC 240 e venceu a americana Alexis Davis. Agora, vai a Las Vegas para encarar Jessica Eye, número 2 da divisão, de olho no cinturão.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade