Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Torcida

City vence o Aston Villa e abre 11 pontos na liderança do Campeonato Inglês

Um dos principais nomes da partida foi o jovem Phil Foden. Além do gol de empate, o inglês de 20 anos fez diversas jogadas individuais e trabalhou na construção dos principais lanes na décima vitória do City em dez jogos fora de casa

O Manchester City venceu o Aston Villa por 2 a 1 nesta quarta-feira (21), no Villa Park, em jogo válido pelo Campeonato Inglês. Com gols de Phil Foden e Rodri, o time comandado por Pep Gardiola garantiu mais três pontos e aumentou a vantagem na liderança da competição em busca do tetracampeonato. McGinn quem marcou pelos mandantes.

Um dos principais nomes da partida foi o jovem Phil Foden. Além do gol de empate, o inglês de 20 anos fez diversas jogadas individuais e trabalhou na construção dos principais lanes na décima vitória do City em dez jogos fora de casa.

Com o resultado, o Manchester City fica ainda mais perto de conquistar o título da Premier League. Com 77 pontos, o City vai para as últimas rodadas da competição com uma vantagem de 11 pontos do segundo colocado Manchester United.

O JOGO

O Aston Villa abriu o placar com menos de um minuto de jogo com gol de John McGinn. Aproveitando o setor do Manchester City um pouco desorganizado, os donos da casa saíram na frente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Durante os 15 minutos iniciais, o City tentou impor uma pressão no adversário para deixar o placar por igual, mas teve que lidar com um setor defensivo muito bem-posto, o que impediu os visitantes de assustar o goleiro Martínez.

Aos 19 minutos de jogo, Mahrez chutou da entrada da área, mas o goleiro argentino fez boa defesa. Dois minutos depois, o City fez uma boa jogada. O lance começou nos pés de Foden, passou por Mahrez, contou com um passe de Bernardo, que deixou Foden na cara do gol e deixou tudo igual no placar.

Com muita pressão, o Manchester City virou o jogo aos 39 minutos com Rodri, que resvalou de cabeça após mais um passe de Bernardo. O City acabou a primeira etapa não só com o placar em vantagem, mas também com um jogador a menos. Stones foi expulso após uma forte entrada em Ramsey.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para a segunda etapa, Guardiola sacrificou Gabriel Jesus por conta da expulsão de Stones e colocou o zagueiro Laporte em campo. Mesmo com um jogador a menos, o City teve mais oportunidades nos 10 minutos iniciais.

Os donos de casa tiveram uma chance com Douglas Luiz, mas, mesmo assim, neste momento, os blues tinham 76% da posse de bola.Aos 11 minutos, o lateral do Aston Villa, Cash, foi expulso, deixando ambos os clubes com um jogador a menos.

A partida entrou nos 30 minutos sem muitas emoções. As duas equipes tentaram jogadas individuais, mas sem muito sucesso. O Manchester teve maior controle do confronto, mas os donos da casa souberam lidar com a pressão imposta pelos visitantes, que também apresentaram uma defesa muito sólida.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na reta final, os comandados de Guardiola ainda tentaram ampliar o placar, mas o resultado não saiu do que ficou na primeira etapa. Com a vitória, o City abre 11 pontos de vantagem do Manchester United.

O Manchester City volta aos gramados para duas decisões. A primeira delas será contra o Tottenham na Copa da Liga Inglesa no domingo (25), às 12h30 (de Brasília). Depois disso, Pep Guardiola e seus comandados terão a partida de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, contra o Manchester City, na França.

Já o Aston Villa tem dois jogos do Campeonato Inglês pela frente. O primeiro deles é contra o West Bromwich, em casa, no domingo (25) e contra o Everton, fora de casa, no sábado (1º).

As informações são da FolhaPress

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar