Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Torcida

Brasil nada bem e conquista vaga na final do 4x100m livre masculino nas Olimpíadas

Os brasileiros estavam na primeira bateria. Eles disputaram a prova na raia três e fizeram a prova em 3min12s59

Os nadadores Breno Correia, Gabriel Santos, Pedro Spajari e Marcelo Chierighini participaram da disputa no revezamento 4x100m livre na manhã deste domingo (25), no Centro Aquático, e conquistaram uma vaga na final desta prova nas Olimpíadas de Tóquio.

Os brasileiros estavam na primeira bateria. Eles disputaram a prova na raia três e fizeram a prova em 3min12s59. Com esse tempo, eles ficaram na terceira posição na sua eliminatória – quinto tempo no geral.

O melhor tempo da classificatória geral foi da equipe italiana, que fez 3min10s29.

A final desta prova será disputada na madrugada de segunda-feira, 26, às 00h05 (de Brasília).

A natação nas Olimpíadas está sendo disputada em eliminatórias, semifinais e finais para provas até 200m e eliminatórias e finais para distâncias maiores.

Recorde

Os nadadores brasileiros Fernando Scheffer e Murilo Sartori participaram da disputa nos 200m livre na manhã deste domingo (25) no Centro Aquático. O primeiro bateu o recorde sul-americano e conseguiu a vaga nas semifinais da modalidade nas Olimpíadas de Tóquio.

A natação brasileira começou sua participação na quarta bateria, com Fernando Scheffer. Ele terminou sua série em primeiro lugar e conseguiu um dos melhores tempos do mundo no ano, estabelecendo um novo recorde sul-americano com 1min45s05.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Esta foi a terceira vez que Scheffer bateu o recorde sul-americano dos 200 metros livre (Troféu Brasil, em abril de 2018, com 1min46s08; Open, em dezembro de 2018, com 1min45s51 e hoje.

No classificatório geral só ficou atrás do coreano Hwang Sunwoo, que fez 1m44s62.

Na última bateria, Murilo Sartori ficou em oitavo lugar com 1m47s11 – ficou na 24ª posição no geral. O vencedor foi o australiano Thomas Neill, com 1m45s81. Devido ao tempo de corte para as semifinais de 1m46s26, o brasileiro de 18 anos e não seguirá na competição.

Após não conseguir a classificação, Murilo afirmou que só ficou sabendo que disputaria a prova com pouco tempo de antecedência, mas está feliz com a experiência de disputar uma prova individual olímpica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Foi muito legal poder nadar nessa prova, eu não sabia que ia participar dela 3 ou 4 dias antes dela acontecer. Muito legal disputar uma prova individual. Infelizmente não era o tempo que eu queria e acabei não chegando nas semifinais. Agora é esfriar a cabeça e fazer o possível para voltar aqui melhor ainda”, disse ao SporTV.






Você pode gostar