fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Saúde

Campanha encontra câncer de pele em 19% de pessoas examinadas

Avatar

Publicado

em

Fernando-Frazão-Agência-Brasil
PUBLICIDADE

Das 22.749 pessoas atendidas, 4.197 foram diagnosticadas com a doença

Os cuidados com a pele precisam ser reforçados. Esse é o saldo da campanha Dezembro Laranja, que alerta a população contra o câncer de pele, como o melanoma e carcinoma.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, responsável pela campanha em todo o país, das 22.749 pessoas atendidas, 4.197 foram diagnosticadas com a doença. Ainda segundo o órgão, o Brasil registrou, entre 2009 e 2019, mais de 30 mil óbitos causados pelo câncer de pele.

Em 10 anos existiram cerca de 395 mil internações por conta da doença no país. Foram gastos cerca de R$ 454 milhões em tratamentos contra o câncer de pele.

Os dados compilados no estudo mostram ainda que os idosos são o grupo mais afetado pela enfermidade: 71% dos óbitos (23.810) registrados entre 2008 e 2017 foram de pacientes a partir dos 60 anos. No segmento com idades de zero a 19 anos (crianças e adolescentes), representaram pouco mais de 0,5% (173) das mortes. 

A radiação ultravioleta é a principal responsável pelo desenvolvimento do câncer e a maioria dos casos está associada à exposição excessiva ao sol ou ao uso de câmaras de bronzeamento. O presidente Jair Bolsonaro, por exemplo, afirmou em dezembro que suspeitava estar com a doença, já que passou boa parte da vida exposto ao sol durante um de seus hobbys, a pescaria. O caso, no entanto, ainda não foi confirmado.

“A radiação pode danificar o DNA das células da pele, e cerca de 50% dos casos de melanoma tem a mutação no gene”, diz o médico Rodrigo Munhoz, oncologista do Hospital Sírio Libanês e do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, em entrevista ao jornal Agora São Paulo. “Outros fatores de risco incluem pele clara, imunossupressão, histórico familiar, olhos claros e excesso de pintas pelo corpo”, completa.

Para que o câncer de pele não apareça na sua vida, é importante se cuidar em alguns aspectos. A principal recomendação é evitar a exposição ao sol, especialmente nos horários em que os raios solares são mais intensos (entre 10h e 16h).

Outra dica importante é a utilização do filtro solar com fator de proteção solar (FPS) 15 ou mais. O filtro solar deve ser aplicado corretamente, uma vez que o real fator de proteção desses produtos varia com a espessura da camada de creme aplicada.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade