fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Promoções

Allen brinca com ostracismo e cegueira

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A mente ilustre do cineasta nova iorquino Woody Allen não para de ironizar o cotidiano da sociedade norte-americana. O alvo das sátiras de Allen desta vez são voltadas a Hollywood, no filme Dirigindo no Escuro, que estréia hoje nos cinemas.

A película narra o cômico drama vivido pelo cineasta Val Waxman (Allen), cultuado no passado e esquecido no presente. Não consegue mais emplacar nenhuma produção de sucesso nas telonas até que um dos maiores estúdios de Hollywood o convida para filmar uma superprodução.

Como se trata de um filme de Woody Allen a situação de Waxman só pode piorar. O diretor é subitamente acometido por uma cegueira. Mas a volta por cima em sua carreira cinematográfica depende dos seus olhos. Mesmo cego, ele faz de tudo para sair da vala do ostracismo, até fingir que não há nada de errado com a sua visão.

Dirigindo no Escuro foi finalizado no ano passado, mas Woody Allen já concluiu uma nova produção, Anything Else (ainda sem título em português). O longa-metragem foi escolhido para abrir a 60ª edição do Festival Internacional de Cinema de Veneza no dia 27 deste mês.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Promoções

Allen brinca com ostracismo e cegueira

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A mente ilustre do cineasta nova iorquino Woody Allen não para de ironizar o cotidiano da sociedade norte-americana. O alvo das sátiras de Allen desta vez são voltadas a Hollywood, no filme Dirigindo no Escuro, que estréia hoje nos cinemas.

A película narra o cômico drama vivido pelo cineasta Val Waxman (Allen), cultuado no passado e esquecido no presente. Não consegue mais emplacar nenhuma produção de sucesso nas telonas até que um dos maiores estúdios de Hollywood o convida para filmar uma superprodução.

Como se trata de um filme de Woody Allen a situação de Waxman só pode piorar. O diretor é subitamente acometido por uma cegueira. Mas a volta por cima em sua carreira cinematográfica depende dos seus olhos. Mesmo cego, ele faz de tudo para sair da vala do ostracismo, até fingir que não há nada de errado com a sua visão.

Dirigindo no Escuro foi finalizado no ano passado, mas Woody Allen já concluiu uma nova produção, Anything Else (ainda sem título em português). O longa-metragem foi escolhido para abrir a 60ª edição do Festival Internacional de Cinema de Veneza no dia 27 deste mês.


Leia também
Publicidade