fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Pedido de vista adia decisão do TSE sobre cassação de chapa de Bolsonaro

o julgamento das ações que pedem a cassação da chapa vencedora nas eleições presidenciais de 2018 foi adiado, sem data para retomada

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Com novo pedido de vista, agora de Alexandre de Moraes, o julgamento das ações que pedem a cassação da chapa vencedora nas eleições presidenciais de 2018, de Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão, foi adiado, nesta terça-feira (9), sem data para retomada.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) havia retomado o julgamento iniciado em novembro de 2019, mas na época, houve um pedido de vista do ministro Edson Fachin.

Desta vez, o ministro pediu a realização de uma nova perícia criminal, o que pode fazer o julgamento levar mais alguns meses, contrariando as expectativas dos advogados de Bolsonaro. Os ministros Tarcísio Vieira e Carlos Velozo acompanharam o voto de Fachin nesse sentido.

Bolsonaro e o vice, Hamilton Mourão, são acusados de interferência na eleição por meio de fraude virtual. Marina Silva (Rede) e Guilherme Boulos (PSol) são os autores da ação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A prova utilizada consiste no roubo de um grupo no Facebook com mais de dois milhões de membros que se chamava “Mulheres contra Bolsonaro” e passou a apoiar sua candidatura, tendo sido divulgado por Bolsonaro. É nesse caso que Fachin pede a produção de mais provas. Os demais ministros estão votando.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade