fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Homem que agrediu enfermeiros era funcionário de Damares

Renan da Silva Sena prestava serviços ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Pasta afirmou que pediu a demissão do agressor

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

O homem que agrediu enfermeiros na semana passada, na Praça dos Três Poderes, durante um ato realizado por profissionais da categoria, é funcionário de Damares. Renan da Silva Sena é engenheiro eletricista e presta serviços terceirizados ao Ministério da Mulher, Família e dos Direitos Humanos.

Ao portal UOL, a pasta disse que o funcionário estava demitido desde o dia 23 de abril. No entanto, não mostrou documentos que provassem a demissão. O e-mail funcional de Renan continua ativo.

Renan e mais dois bolsonaristas foram identificados após as agressões da última sexta-feira (1). Foto: Reprodução

Os profissionais erguiam cartazes com frases como “enfermagem em luto pelos profissionais vítimas da covid-19. Fique em casa”. O ato também prestava uma homenagem à memória dos 55 enfermeiros, técnicos e auxiliares que já perderam a vida na linha de frente do combate ao coronavírus.

Em setembro do ano passado, Damares chegou a declarar que o Ministério estava “fechando o cerco aos agressores de mulher”. 


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade