Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Queiroga afirma que, apenas com sua entrada, cloroquina começou a ser pesquisada pela Saúde

Por Geovanna Bispo 06/05/2021 3h43
Foto: Agência Senado

Após diversos questionamento sobre a hidroxicloroquina e outros medicamentos sem comprovação científica que são utilizados para o tratamento da covid-19, o atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que apenas com sua entrada na pasta que esses começaram a ser pesquisados pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologia (Conitec) do Sistema Único de Saúde (SUS), que é responsável pela liberação dos medicamentos para uso do SUS. “Eu não tenho conhecimento se já estava”

Cloroquina

Queiroga ainda negou saber da existência de comprimidos de Hidroxicloroquina no ministério, ele afirmou que não se ateve a esse fato. “Ao tomar posse eu recebi um relatório com um mundo de medicamentos.”

Ainda assim, essa fala veio após pressão dos senadores, já que o ministro desde o início evitava falar sobre o medicamento. O relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), perguntou a Queiroga se ele compartilha das opiniões do presidente Bolsonaro quanto ao uso da cloroquina, mas ele apenas respondeu que é necessário embasamento técnico para responder o questionamento. “Não faço juízo de valor.”

O ministro ainda disse que não autorizou distribuição da hidroxicloroquina. “Não autorizei e não tenho conhecimento de que esteja havendo distribuição de cloroquina na minha gestão”.






Você pode gostar