Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

MP acusa Flávio Bolsonaro de lavagem de R$ 638 mil

Senador teria utilizado a compra de dois apartamentos para cometer o crime

O senador Flávio Bolsonaro (sem partido, RJ) é acusado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de lavagem de dinheiro. Flávio teria usado a compra de dois apartamentos para lavar R $638,4 mil.

Os imóveis-pivô da denúncia são dois apartamentos em Copacabana-RJ, que pertenciam a investidores americanos. Eles foram comprados em 2012 por R$ 310 mil. Menos de dois anos depois, Flávio teria lucrado 292% na revenda dos apês.

A suspeita é que Flávio declarou um preço menor do que o imóvel valia no momento. Quebras de sigilo mostram que os vendedores receberam depósitos de altos valores no mesmo dia da compra. Para o MP, o senador foi quem fez o pagamento. A defesa de Flávio nega.






Você pode gostar