Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Membros do Comando Vermelho receberam dinheiro para apoiar candidato a vereador em Maranguape-CE

É o que aponta uma investigação da Polícia Civil do Ceará

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Membros da facção Comando Vermelho (CV) no Ceará receberam dinheiro para apoiar um candidato a vereador de Maranguape-CE. É o que aponta uma investigação sigilosa realizada pela Polícia Civil do Ceará.

O inquérito policial, obtido pelo site CN7, aponta que Lindemberg Vieira Viana, o “Detento”, confessou que estaria envolvido na campanha do político, cujo nome não foi revelado. ‘Detento’ e a companheira, Maria Thaís Paiva Freitas, conhecida como ‘Gueixa’, foram presos dois dias antes das eleições.

Celulares usados pelo casal serão periciados. Os aparelhos podem mostrar conversas que expliquem melhor a ligação do CV com políticos de Maranguape. Além dos aparelhos, os policiais encontraram cocaína, maconha, armas de fogo e munição com ‘Detento’ e ‘Gueixa’.

Além do casal, a polícia já havia prendido Francisco José dos Santos Freitas, o “Zezinho da Horta”, no dia 29 de outubro. Ele é apontado como mandante de um duplo homicídio ocorrido em Maranguape no dia 22 de outubro, quando foram mortos o empresário Daniel Cortez e o policial militar reformado Juscelino Chaves.






Você pode gostar