Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Luis Miranda diz que vai pedir seguranças após denunciar fraude na compra da Covaxin

Deputado tentou alertar Bolsonaro que a vacina Covaxin seria comprada por um valor muito superior ao de mercado

Por Willian Matos 23/06/2021 12h58

O deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) afirmou nesta quarta-feira (23) que tentou alertar o presidente Jair Bolsonaro sobre uma possível fraude na compra da vacina contra a covid-19 Covaxin. O imunizante foi adquirido por um valor 1000% acima do de mercado.

Em entrevista à CNN Brasil, Miranda declarou que o ministro da Saúde à época, Eduardo Pazuello, soube do caso e apenas demonstrou decepção, mas não se manifestou publicamente sobre o caso. Perguntado por que Pazuello não fez nada a respeito, o deputado declarou: “Ele tem amor à vida dele”.

Miranda disse ainda que vai pedir a companhia de seguranças para ele e para seu irmão, ex-servidor do Ministério da Saúde. “Eu vou sair daqui hoje e vou pedir segurança para mim e pelo meu irmão. Eu sei onde estou mexendo.”

Ainda sobre a reação de Pazuello ao saber do caso, Luis Miranda relembra que o então ministro fez “cara de arrasado”. “Ele não tinha o que fazer”, comentou.

O parlamentar reforça que é preciso aguardar investigações para que culpados sejam apontados, mas afirma que trata-se de uma “organização criminosa” e que “muita gente vai sair presa do Ministério”.






Você pode gostar