Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Joice Hasselmann não está filiada ao PSDB, diz tucano histórico

A parlamentar, que se elegeu em 2018 pelo PSL, anunciou sua filiação ao PSDB em evento no início deste mês, ao lado do governador de São Paulo

Por FolhaPress 25/10/2021 3h34
Foto: Luis Blanco/Divulgação

Mônica Bergamo

O tucano histórico Tião Farias, ex-presidente do diretório municipal do PSDB em São Paulo, afirma que o nome da deputada federal Joice Hasselmann não consta entre as fichas de filiados da legenda.

A parlamentar, que se elegeu em 2018 pelo PSL, anunciou sua filiação ao PSDB em evento no início deste mês, ao lado do governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Segundo Farias, no entanto, o ato foi apenas simbólico “Aquele ato não existiu. Não houve filiação”, afirma o tucano histórico, que diz ter descoberto o caso ao tentar apresentar um pedido de impugnação de filiação da deputada. “Eu queria saber qual a zona eleitoral dela. Ninguém me informava”, segue.

Um dos fundadores do partido, Tião Farias é ex-secretário de Mario Covas (1930-2001) e ex-vereador de São Paulo. Ele foi o principal expoente do “covismo” entre os tucanos. À reportagem Joice confirma a informação e diz que está aguardando a oficialização, pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), da fusão do DEM e do PSL -assim, ela poderia deixar o partido sem correr o risco de perder seu mandato.

“Esse povo está buscando pelo em ovo. O que acontece aí é algo puramente burocrático. A minha ficha de filiação está assinada, o evento de anúncio da minha filiação foi feito, inclusive com a presença do governador e do presidente”, diz a deputada. “Ela simplesmente ainda não entrou no sistema porque a gente está esperando a tal fusão, que, na minha visão, vai ser uma confusão, do DEM com o PSL.”

A parlamentar afirma que a confirmação de sua filiação ao PSDB é uma questão de tempo e que a espera não muda em nada sua relação com a sigla. “Estou assumidamente tucana”, diz. “Eu não sou exatamente alguém que possa ser chamada de boba, né? É claro que os meus detratores, os meus inimigos, caso eu fizesse o protocolo da ficha antes da fusão, poderiam pedir meu mandato na Justiça”, segue.

A expectativa é que o novo partido formado a partir da fusão entre DEM e PSL, o União Brasil, seja oficializado pela Justiça até fevereiro. Após a publicação deste texto, o diretório do partido afirmou que o evento realizado no início do mês marcou apenas o anúncio da filiação. “Na oportunidade fizemos o anúncio da filiação, que terá sua formalidade concluída em breve, respeitando a legislação vigente”, diz o PSDB-SP.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Como mostrou a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, a direção do PSL já se movimenta para pedir o mandato de Joice Hasselmann na Justiça. O presidente do partido, Luciano Bivar, chegou a chamar sua filiação de “fake”.

“A filiação dela aconteceu sem o desligamento devido do partido. Não houve uma expulsão, não houve uma desfiliação, não houve nenhum movimento neste sentido. É natural que o partido [peça o mandato], assim como outros tantos que efetuarem esse mesmo movimento serão vítimas de um processo de perda de mandado”, afirmou o vice-presidente do PSL, deputado Junior Bozzella (SP).

Questionado sobre a atual filiação partidária de Joice, o TSE diz que limita a divulgação desses dados a períodos específicos, em atendimento à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). “Dessa forma, a lista como era publicada antes, com dados gerais sobre os filiados, não está mais disponível”, afirma a corte.

Ex-bolsonarista, Joice Hasselmann teve mais de 1 milhão de votos em 2018 e foi a segunda deputada federal de São Paulo mais votada, atrás apenas de Eduardo Bolsonaro (PSL).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar