Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

CPI vai pedir segurança para Luis Miranda e familiares

Deputado deve mostrar dados sobre possíveis fraudes na compra da vacina da Covaxin por parte do governo federal

Por Willian Matos 23/06/2021 1h22
Foto: Agência Senado

O vice-presidente da CPI da Pandemia, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), anunciou nesta quarta-feira (23) que a comissão vai pedir segurança para o deputado Luis Miranda (DEM-DF) e para familiares dele. Luis Miranda tem externado informações sobre uma possível fraude na compra da vacina contra a covid-19 Covaxin.

“As informações que o deputado está declinando à imprensa e que trará a esta CPI são de extremo interesse público. Sua vida e de sua família precisam estar resguardadas”, declarou Randolfe. Luis Miranda e seu irmão irão à CPI na próxima sexta-feira (25), após requerimento do próprio Randolfe.

Miranda já sinalizou há pouco, em entrevista à CNN, que pretende andar com seguranças após as denúncias. “Eu vou sair daqui hoje e vou pedir segurança para mim e pelo meu irmão. Eu sei onde estou mexendo.”

O nome do deputado veio à tona após a informação de que o governo federal comprou vacinas da Covaxin por um preço 1000% acima do que a própria fabricante havia divulgado antes da aquisição. Miranda revelou que tentou avisar o presidente Jair Bolsonaro de que responsáveis pela transação poderiam estar fraudando o negócio.






Você pode gostar