Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Centrais sindicais dizem que Bolsonaro é mitômano e convocam para ato de 2 de outubro

O texto é assinado pelas entidades CUT, Força Sindical, UGT, NCST, CSB, CSP-Conlutas, Intersindical e Pública

Por FolhaPress 23/09/2021 6h00

Mônica Bergamo
SÃO PAULO, SP

Centrais sindicais convocaram os seus afiliados para manifestação contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no dia 2 de outubro. “Vamos ocupar as ruas em protesto contra o caos que representa, ao país, ter o mitômano Jair Bolsonaro na Presidência da República: desemprego recorde, fome, carestia, inflação, corrupção, retirada de direitos, desmonte dos serviços públicos e das estatais, ataques à democracia, à soberania e às liberdades, atropelo da ciência e desprezo à vida”, afirmam as entidades em nota divulgada nesta quinta (23).

O texto é assinado pelas entidades CUT (Central Única dos Trabalhadores​), Força Sindical, UGT (União Geral dos Trabalhadores), NCST (Nova Central Sindical de Trabalhadores), CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros), CSP-Conlutas, Intersindical e Pública.

As sindicais também defendem o impeachment de Bolsonaro. “É urgente que o Congresso Nacional atenda o clamor popular e acate a abertura de processo de impeachment para que Bolsonaro seja afastado e seus crimes apurados e julgados. Já são mais de 130 pedidos engavetados na presidência da Câmara dos Deputados, enquanto o país afunda no lodo presidencial”, segue o texto.

A Campanha Nacional Fora Bolsonaro, que organizou os atos anteriores da oposição, já havia indicado o dia 2 de outubro para a realização da próxima mobilização.








Você pode gostar