Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Bolsonaro critica esquema de segurança imposto para sua chegada a Brasília

Pelo plano desenhado pela SSP-DF, Bolsonaro não poderá desembarcar pela saída principal do Aeroporto JK, e sim por uma via lateral

Por Camila Bairros 29/03/2023 11h32
Foto: Alan Santos/PR

A chegada do ex-presidente Jair Bolsonaro no Brasil está prevista para ocorrer na manhã desta sexta-feira (30), no Aeroporto de Brasília. Para isso, a Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF) está fazendo o planejamento de segurança e trânsito da capital federal, o que deve ser definido na tarde de hoje.

A Esplanada dos Ministérios, por exemplo, terá um bloqueio de trânsito nas vias S1 e N1, na altura da Catedral, até a L4 Norte, desde às 23h59 de quinta-feira (29), sem hora para ser liberada.

Pelo plano desenhado pela SSP-DF, Bolsonaro não poderá desembarcar pela saída principal do Aeroporto JK, e sim por uma via lateral, o que não agradou o ex-presidente. Conforme publicado pelo UOL, Bolsonaro teria dito que essa é uma tentativa de ‘tirar o doce’ de sua boca, feita pelo ministro Flávio Dino e o PT. Sua ideia era uma chegada triunfal em Brasília, com multidões o esperando aos gritos de “mito”.

Este plano foi feito com base no monitoramento do órgão de segurança do DF, que descobriu, por meio de monitoramento das redes, que um grupo de 5 a 10 mil pessoas poderiam comparecer ao aeroorto para receber o ex-capitão.

Após perder a eleição, Bolsonaro deixou o Brasil no dia 30 de dezembro para não ter que passar a faixa para Lula, presidente eleito para seu terceiro mandato.






Você pode gostar