Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Bolsonaro confirma Ciro Nogueira na Casa Civil: “A princípio, é ele”

Mudança deve ocorrer a partir da próxima segunda (26). “Acertamos os ponteiros”, declarou o presidente

O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta quinta-feira (22) que pretende nomear o senador Ciro Nogueira (PP-PI) para ser o novo ministro da Casa Civil. Ciro substituirá o general Luiz Eduardo Ramos.

“A princípio é ele (Ciro Nogueira). Eu conversei com ele já, ele aceitou. Ele está em recesso, chega em Brasília segunda-feira, converso com ele, acertamos os ponteiros. E a gente toca o barco”, declarou Bolsonaro, em entrevista à rádio Banda B, de Curitiba-PR. O presidente disse ainda que conhece Ciro há muito tempo. “Ele chegou em 95 na Câmara, eu cheguei em 91”, afirmou.

Bolsonaro também defendeu o chamado Centrão. Analistas entendem que a mudança ministerial que o presidente vai promover se dá por pressão dos membros. O presidente disse que o termo “Centrão” é pejorativo e declarou que faz parte do grupo.

“O centrão é um nome pejorativo. Eu sou do centrão”, disse Bolsonaro. “O tal centrão, que eu chamo de pejorativamente disso, são alguns partidos que lá atrás se uniram na campanha do Alckmin e ficou, então, rotulado centrão como algo pejorativo, danoso à Nação. Não tem nada a ver. Eu nasci de lá. A Tereza Cristina é do PFL, atulmente Democratas. O Onyx Lorenzoni também é do democratas”, explicou.

O chefe do Executivo disse ainda que precisa que o Centrão seja aliado para poder governar. “O Ciro Nogueira, que deve integrar esse governo, é do centrão. São um pouco mais de 200 pessoas. Se você afastar esse partidos de centro, sobram 300 votos para mim. Você afasta 100 e poucos parlamentares de esquerda, PT, PCdoB e PSOL, eu vou governar com um quinto da Câmara? Não tem como governar com um quinto da Câmara”, avaliou.






Você pode gostar